Madeira quer apostar na produção de eletricidade a partir de fontes renováveis para atingir neutralidade carbónica

O objetivo passa por ter 50% da participação dos recursos energéticos renováveis na produção de eletricidade.

A Madeira quer apostar na produção descentralizada de eletricidade a partir de fontes renováveis e recursos endógenos com o objetivo de reforçar a produção de energia a partir de fontes renováveis visando a neutralidade carbónica.

O objetivo passa por ter 50% da participação dos recursos energéticos renováveis na produção de eletricidade.

A Assembleia Legislativa da Madeira discute esta quarta-feira uma proposta de Decreto Legislativo Regional sobre a organização e o funcionamento do sistema elétrico da Região Autónoma da Madeira,

O decreto pretende manter as atividades de produção, transporte e distribuição, comercialização, e gestão técnica global do sistema elétrico regional, em regime de serviço público, ficando essas tarefas a cargo da Empresa de Eletricidade da Madeira (EEM).

O Governo da Madeira salienta que a execução dessa tarefa pública, está integrada num sector estratégico da região, continue a ser prestada através do modelo que o executivo regional considera “o mais adequado” à satisfação do específico interesse regional.

O decreto estabelece também os princípios e objetos que norteiam o funcionamento do sistema elétrico da região.

Recomendadas

Secretário da Economia considera que a Madeira tem “os melhores indicadores económicos de sempre”

A expetativa do governante é de que este ano a região melhore esses resultados, atingindo um novo máximo no PIB, e atraindo mais visitantes e comércio.

Grupo SATA integra projeto Cluster Grace Açores

Associados e membros do cluster partilham boas-práticas e desenvolvem sinergias com o objetivo de colocar os temas da Agenda 2030, 2050 e ESG (Environmental, Sustainability and Governance) como prioritários nas agendas das empresas.

Madeira: IHM renova campo de jogos do Bairro da Nazaré num investimento de 65 mil euros

A reabilitação daquele espaço e a introdução de um campo destinado à prática do Madeirabol, deverá constituir mais um polo de atração e recreio para os moradores, mas também para a população em geral.
Comentários