Madeira: Situação líquida do SERAM aumentou 78,4 milhões em 2021

O Sector Empresarial da Região Autónoma da Madeira registou uma diminuição no passivo de cerca de 109,2 milhões de euros (menos 7,1%), e uma diminuição da dívida financeira total de 97,0 milhões de euros (menos 10,2%).

A situação líquida do SERAM (Sector Empresarial da Região Autónoma da Madeira) aumentou, durante 2021, cerca de 78,4 milhões de euros, uma ascensão de 8,3%, revelou o Relatório Anual do SERAM.

Quanto ao passivo, o relatório indica uma diminuição em cerca de 109,2 milhões de euros, uma descida na ordem dos 7,1%, com uma diminuição da dívida financeira total do SERAM (incluindo os suprimentos da RAM) em cerca de 97,0 milhões de euros, um decréscimo de 10,2%.

Mais ainda, o relatório revela ainda que deu-se uma melhoria nos rácios de estrutura de capital do SERAM: a autonomia financeira foi reforçada em 3,7 pontos percentuais e a solvabilidade em 10,3 pontos percentuais.

Ainda em 2021, o volume de negócios cresceu em cerca de 60,1 milhões de euros, uma subida na ordem dos 11,2%. Deu-se também uma melhoria no resultado operacional bruto (EBITDA) do SERAM em cerca de 12,6 milhões de euros (sendo mais 9,7%), bem como uma melhoria no resultado operacional (EBIT) em cerca de 1,2 milhões de euros (um aumento de 5,0%), levando à melhoria do resultado líquido do exercício do SERAM, em 5,3 milhões de euros, ou um aumento de 89,0%.

No que diz respeito a investimentos, deu-se um aumento em cerca de 5,1 milhões de euros, um aumento percentual de 5,7%

 

 

Recomendadas

Ponteditora anuncia lançamento de duas novas publicações científicas

Os lançamentos serão feitos no segundo trimestre de 2022 e 2023.

PS Madeira quer “estudo científico rigoroso” sobre manuais digitais nas escolas

“Não basta entregar um manual digital – um tablet – aos alunos para dizer que se está a transformar a escola. É preciso muito mais”, disse este sábado, 13 de agosto, o líder da bancada socialista, Rui Caetano, numa iniciativa partidária junto à Escola Secundária Jaime Moniz, no Funchal.

PremiumFundir música comercial com o mundo alternativo

Carlo Rodrigues criou o projeto Krod porque queria algo próprio, independente. Mas, sem o vocalista Lee Jones, Krod não seria Krod. No dia 13 de agosto, a banda embarca para o cobiçado festival ‘Concertos L’, na Estalagem da Ponta do Sol.
Comentários