Madeira: SREI considera “um atentado à autonomia regional” declarações de Carlos Pereira sobre novo hospital

A Secretaria Regional de Equipamentos e Infraestruturas, dirigida por Pedro Fino, acusou o deputado socialista na Assembleia da República, Carlos Pereira, de manifestar “má consciência”, aproveitando-se do período de pré-campanha eleitoral, sem deixar de incriminar o Governo socialista por proceder a uma “manobra ilegal, imoral e inconstitucional, consubstanciada na apropriação ilegítima de património da região autónoma”.

A Secretária Regional de Equipamentos e Infraestruturas (SREI) acusou o candidato do PS Madeira às eleições legislativas, Carlos Pereira, de ser “cúmplice de um atentado à Autonomia Regional”, na sequência de declarações do sobre o cofinanciamento do novo Hospital Central da Madeira.

O candidato do Partido Socialista à Assembleia da República acusou o Governo Regional, de coligação PSD/CDS-PP, de ter causado o atraso no arranque na obra do novo Hospital Central da Madeira, em declarações prestadas durante uma visita ao local das obras do novo hospital, no passado dia 29 de dezembro: “foi graças ao Governo Socialista que foi possível assegurar o cofinanciamento de 50% dos custos do novo Hospital da Madeira”, proferiu o candidato socialista.

Em resposta, a SREI acusou Carlos Pereira de manifestar “má consciência”, aproveitando-se do período de pré-campanha eleitoral, sem deixar de incriminar o Governo socialista por proceder a uma “manobra ilegal, imoral e inconstitucional, consubstanciada na apropriação ilegítima de património da região autónoma”.

“As declarações do deputado Carlos Pereira revelam perfeito desconhecimento dos procedimentos formais de contratação, bem como da realidade”, acrescenta a SREI.

Deste modo, a SREI lembra que as obras arrancaram “sem a correção da resolução do Conselho de Ministros, que ainda prevê a dedução do valor patrimonial do Hospital Dr. Nélio Mendonça e do Hospital dos Marmeleiros”, salientando a “efetiva capacidade” do Governo Regional em “apresentar soluções para os obstáculos com que se vai deparando”, nomeadamente a pandemia, bem como as “indefinições” e “bloqueios políticos” no que diz respeito ao cofinanciamento do Estado.

Segundo a SREI, foram os deputados do PSD na Assembleia da República que “fizeram aprovar uma resolução da Assembleia da República nº327/2021, recomendando ao Governo socialista a concretização urgente do financiamento de 50% da construção do novo Hospital”, bem como a correção das resoluções de Conselho de Ministros que visava eliminar a intenção de cofinanciar o hospital em 50%.

Relacionadas

PS-Madeira acusa PSD de atrasar obras no novo Hospital Central

Carlos Pereira, cabeça de lista do PS-Madeira à Assembleia Nacional, considera que “foi graças ao Governo Socialista que foi possível assegurar o cofinanciamento de 50% dos custos do novo Hospital da Madeira”, acusando o PSD de não ter se preocupado em avançar com as obras no seu devido tempo, considerando as “más condições” do hospital atualmente em funcionamento.

Madeira já lançou segunda fase do concurso do novo hospital

O valor base é de 75 milhões de euros. As propostas podem ser entregues até 23 de fevereiro de 2022. A expetativa do Governo Regional da Madeira é que a contratualização aconteça no segundo semestre de 2022 e que a obra se inicie em setembro de 2022.
Recomendadas

Savoy Palace considerado hotel mais luxuoso de Portugal nos ‘Óscares do Turismo’ pelo segundo ano consecutivo

O hotel conta com assinatura da designer Nini Andrade da Silva, combinando estilos arrojados, modernos e históricos. O Savoy Palace fica a uma curta caminhada do centro histórico do Funchal e abriga o Laurea Spa, com 3.200 m2 e inspirado na Floresta Laurissilva da Madeira, Património Natural da UNESCO.

Madeira: Novos contratos de arrendamento diminuíram enquanto valor por metro quadrado cresceu

Entre as 25 regiões NUTS III, a RAM posicionou-se como a quarta região com o valor mediano das rendas mais elevado, atrás da Área Metropolitana de Lisboa, do Algarve e da Área Metropolitana do Porto.

Madeira: Sociedade Metropolitana de Desenvolvimento disponibiliza máquina ATM Express na Praça CR7

As caixas ATM são especialmente direcionadas para os turistas, sector que têm vindo a atingir valores históricos na Região.
Comentários