Madeira: unidades comerciais de dimensão relevante geram 472 milhões de euros

Dos 470 milhões de euros de vendas de mercadorias, 67,4% esteve ligado a atividade dos estabelecimentos de retalho alimentar.

José Coelho/Lusa

O volume de negócios das unidades comerciais de dimensão relevante (UCDR), da Madeira, chegou aos 472 milhões de euros, em 2019, sendo que 99,6% desse valor foi obtido através de mercadorias, enquanto que 0,4% envolveu prestação de serviços, de acordo com os dados da Direção Regional de Estatística (DREM).

A Madeira tem 88 UCDR, sendo que 80% pertence a empresas com sede em território continental.

Os dados da DREM indicam que dos 470 milhões de euros, relacionados com o total de vendas de mercadorias, 67,4% esteve ligado a atividade dos estabelecimentos de retalho alimentar (317 milhões de euros).

Dentro dos estabelecimentos de retalho alimentar 259 milhões de euros foram gerados a partir de ‘Produtos alimentares, bebidas e tabaco’.

Cada estabelecimento de retalho alimentar teve um valor de vendas anual de 10,9 milhões de euros. Já os estabelecimentos de retalho na alimentar tiveram vendas anuais de 2,6 milhões de euros em média.

Número de transações na UCDR atingiu 24,6 milhões de euros

O número de transações realizadas nas UCDR atingiu os 24,6 milhões.

O valor médio das transações no retalho alimentar chegou aos 16,3 euros, face aos 15,7 euros de 2018, enquanto que no retalho não alimentar o valor média de cada transação ficou em 30,3 euros, quando no ano anterior era de 29,3 euros.

Os cartões de débito ou crédito foram os mais utilizados no retalho alimentar e no retalho não alimentar, tendo atingido 57,1% e 67,8%.

Produtos de marca própria geram 178 milhões de euros

Já nas vendas de produtos de marca própria, nas UCDR, chegou-se aos 178 milhões de euros, uma subida de 7,6% face ao ano anterior.

A DREM refere que isto representa 32,2% e 49,8% do volume de vendas dos segmentos alimentar e não alimentar.

Recomendadas

Funchal: Aldeia de Natal abre a 9 de dezembro com regresso do comboio e prolongamento do horário de funcionamento

Outro aspeto destacado por Cristina Pedra foi a renovação do design e imagem da Aldeia de Natal e que inclui uma árvore de Natal de nove metros, bem como diversos pinheiros naturais, que  quando acabar o evento voltarão ao Parque Ecológico do Funchal.

Madeira: Aprovado relatório da Comissão de Inquérito à linha de crédito INVEST-RAM

O relatório mereceu os votos favoráveis PSD e do CDS-PP, os votos contra do PS, partido proponente do inquérito, e a abstenção do PCP.

Câmara do Funchal apoia com 3.600 euros encontros oficiais da seleção nacional feminina de ténis de mesa

Os jogos realizam-se, a 29 de novembro (terça-feira), Portugal-Itália e 30 de novembro (quarta-feira), Portugal-República Checa, sendo ambos os jogos com início marcado para as 19h, no Complexo Desportivo de São Roque.  
Comentários