Madeirenses despedem-se de 2017 com festa e muita animação

O grande cartaz do final de ano é só amanhã, mas nas ruas da capital da Madeira já se antecipa a festa de boas vindas a 2018, com a Placa Central, na baixa funchalense, a atrair centenas de pessoas.

O grande cartaz do final de ano é só amanhã, mas nas ruas da capital da Madeira já se antecipa a festa de boas vindas a 2018.

Na Placa Central da Avenida da Arriaga, os stands de poncha e de produtos típicos regionais são um ponto de encontro para centenas de pessoas que aproveitam o bom tempo para conviver com amigos e familiares. Animação também não falta e está a cargo de grupos locais, com o folclore regional a ganhar destaque.

Ao porto do Funchal, começaram também a chegar os primeiros navios cruzeiro. No total, serão dez os barcos que vão assistir este domingo ao espetáculo pirotécnico de fim de  ano, trazendo à capital madeirense mais de 20 mil passageiros.

Oito minutos de fogo, 976 mil euros investidos neste espetáculo, prometem surpreender residentes e turistas, numa noite que já se assumiu como um dos principais cartazes turísticos da ilha.

Com a ocupação hoteleira a rondar os 90%, as ruas do Funchal acusam o movimento. Este domingo à noite, as festas sucedem-se por toda a ilha, em especial no Funchal, onde são esperadas milhares de pessoas.

Recomendadas

Madeira: Marta Freitas volta a representar PS no Conselho Consultivo sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência

Marta Freitas, que já havia assumido esta posição no mandato anterior, foi agora reconduzida pelo Grupo Parlamentar Socialista, tendo tomado posse esta segunda-feira.

Saiba em que consiste a etiqueta energética e a sua importância na compra de equipamentos elétricos

A nova etiqueta energética já é uma realidade no nosso mercado. Os consumidores precisam de conhecer esta ferramenta, útil e intuitiva, para escolher os seus eletrodomésticos de forma esclarecida e eficiente.

Serviço Regional de Proteção Civil da Madeira celebra novo protocolo com a Escola Nacional de Bombeiros

O protocolo é válido por tempo indeterminado, permitindo ainda o intercâmbio entre formandos e formadores do SRPC e da ENB, em várias áreas formativas.
Comentários