Maior central solar do mundo foi inaugurada na Índia

A índia inaugurou aquela que é actualmente a maior central solar do mundo, capaz de gerar mais 648 MW de electricidade, suficientes para abastecer mais de 150.000 lares.

Depois de oito meses de construção, está pronta a Central Solar de Kamuthi, a maior do mundo. Situada em Kamuthi, na Índia, esta nova infraestrutura ganha o título à central californiana Topaz Farm.

Segundo o sítio especializado mais tecnologia.com, a nova central ocupa uma área de 1.000 hectares e é abastecida por mais de 2,5 milhões de módulos solares, 576 inversores de corrente e 154 transformadores numa instalação que reúne 6.000 quilómetros de cabos.

O projeto representou um investimento de custo de 636,7 milhões de euros.

Segundo o órgão de informação especializado, “a Índia passará no próximo ano a ser o terceiro maior produtor de energia solar a nível mundial, com planos para conquistar as posições ocupadas pela China e pelos Estados Unidos da América”.

Adiantando ainda: “Em 2022, na Índia serão cerca de 60 milhões de lares que terão electricidade solar, já que para 2030 o governo planeia reduzir a sua dependência de combustíveis fósseis para apenas 60%”.

Recomendadas

Alemanha reitera apoio a gasoduto nos Pirinéus e diz que França não excluiu projeto

O chanceler alemão destacou que este projeto tem uma perspetiva de longo prazo e que, para além do transporte de gás no imediato, servirá para fornecer outras energias, como hidrogénio, no futuro.

Investimentos em eólicas e solar foram 15 vezes superiores ao nuclear – relatório

Cerca de 350 mil milhões de dólares foram investidos em todo o mundo em projetos de energia solar ou eólica, contra os 24 mil milhões dedicados a projetos de energia nuclear, indica o World Nuclear Industry Status Report.

‘Green bonds’. EDP avança com nova emissão de 500 milhões

Em menos de 24 horas, a EDP anuncia que vai aos mercados buscar mil milhões para financiar projetos de energias renováveis.
Comentários