Maior diamante branco do mundo em leilão foi vendido por 21 milhões de euros

A pedra preciosa em forma de pera de 228,31 quilates, apelidada de ‘The Rock’, tem origem na África do Sul, onde foram encontrados alguns dos maiores diamantes do mundo, incluindo a ‘Estrela da África’ também ​​em forma de pera e o ‘Jubileu de Ouro’.

Diamante ‘The Rock’

O ‘The Rock’, o maior diamante branco do mundo já leiloado, foi vendido por 21,6 milhões de franco suíços (21 milhões de euros) na quarta-feira, 11 de maio, em Genebra (Suíça). Apesar da soma considerável, a venda ficou aquém das estimativas avançadas pela casa de leilões Christie’s.

A pedra preciosa em forma de pera de 228,31 quilates, apelidada de ‘The Rock’, tem origem na África do Sul, onde foram encontrados alguns dos maiores diamantes do mundo, incluindo a ‘Estrela da África’ também ​​em forma de pera e o ‘Jubileu de Ouro’.

O diamante é do tamanho de uma bola de golfe e foi utilizado anteriormente como um luxuoso colar Cartier pelo seu ex-proprietário. Juntamente com a pedra preciosa, o licitante vencedor também receberá um pingente redondo de diamante e platina da marca de luxo francesa.

Antes da venda, o líder do departamento de joias da Christie’s em Genebra, Max Fawcett, explicou por que “The Rock” é uma pedra particularmente única.

“Muitas vezes com estas pedras maiores, sacrificam parte da forma para manter o peso”, disse à “Reuters”.

“Esta é uma forma perfeitamente simétrica em forma de pera e uma das gemas mais raras já vendidas em leilão”.

No entanto, as estimativas de 30 milhões de francos suíços (28,9 milhões de euros) avançadas pela casa de leilões não se confirmaram. Em 2017, um colar de diamantes e esmeraldas da joelharia de luxo Grisogono, onde figurava um diamante central retangular de 163,31 quilates, foi vendido por 33,5 milhões de francos suíços (32,4 milhões de euros), estabelecendo um recorde para diamantes brancos, que em 2022 se mantém.

Recomendadas

Rússia expulsa 34 diplomatas europeus

A situação poderá estender-se ao corpo diplomático espanhol, dado que Sergey Lavrov convocou esta quarta-feira o embaixador espanhol em Moscovo, Marcos Gómez.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.

Zelensky invoca ‘O Grande Ditador’ de Chaplin em Cannes

“O cinema vai ficar calado ou vai falar sobre isto? Se houver um ditador, se houver uma guerra pela liberdade, novamente, tudo depende da nossa unidade. O cinema pode ficar de fora?”, questionou. Por fim, disse que a sua crença é a mesma do clássico cinematográfico: “a liberdade não morrerá”.
Comentários