Mais acesso livre a telemóveis pior TV digital

Um estudo agora divulgado por uma consultora internacional garante que a qualidade da Televisão Digital Terrestre na Europa ficará prejudicada se o comprimento de onda que permite transmitir em sinal aberto for atribuído a novos operadores de telemóveis. O estudo, realizado pela consultora Aetha – a pedido de um consórcio constituído por organizações como a […]

Um estudo agora divulgado por uma consultora internacional garante que a qualidade da Televisão Digital Terrestre na Europa ficará prejudicada se o comprimento de onda que permite transmitir em sinal aberto for atribuído a novos operadores de telemóveis.

O estudo, realizado pela consultora Aetha – a pedido de um consórcio constituído por organizações como a União Europeia de Transmissões (European Broadcasting Union ou EBU), Rede Europeia de transmissões (Broadcast Networks Europe ou BNE), a Abertis Telecom (líder em Espanha de infraestruturas e serviços de telecomunicações), a Arqiva (empresa de telecomunicações do Reino Unido) e os grupos britãnico e francês de televisão e rádio BBC e TDF – concluiu que o chamado espectro de onda deverá ser usado, pelo menos nos próximos 15 anos, para a televisão digital e não para telemóveis.

O comprimento de onda em causa, a banda UHF (470 a 862 MHz), é um recurso finito porque é o único que pode ser usado na União Europeia para transmissões televisivas em sinal aberto.

Parte dessa banda UHF já foi libertada para uso dos operadores de telemóveis, tendo em conta a qualidade que oferece, mas as empresas de telecomunicações têm vindo, nos últimos anos, a pressionar os reguladores para que a banda seja disponibilizada por completo.

Esta possibilidade já foi anunciada como tema central da próxima Conferência Mundial de Radiocomunicações, a realizar em novembro de 2015.

Esta conferência decorre de três em três anos e tem como função a revisão do Regulamento de Radiocomunicações, um tratado internacional que rege a utilização do espectro de radiofrequências e as órbitas de satélites.

De acordo com o estudo hoje divulgado, qualquer perda da banda UHF pelas televisões põe em perigo a qualidade dos serviços na Europa e prejudica eventuais investimentos de operadores em televisão digital.

Em Portugal, desde a sua implementação, a rede de Televisão Digital Terrestre tem sido alvo de várias queixas à DECO (associação de defesa do Consumidor), sobretudo devido a interferências que impossibilitam obter um sinal estável.

OJE/Lusa

 

Recomendadas

Cheque-família começa a ser pago a partir de 20 de outubro, anuncia Marques Mendes

No seu espaço habitual de comentário ao domingo no Jornal da Noite da Sic, Marques Mendes assegurou que este apoio, anunciado pelo Governo a 5 de setembro, vai começar a chegar às contas bancárias das famílias a partir do dia 20 do próximo mês.

Comissão Europeia diz que Portugal é “moderadamente inovador”

O país encontra-se no grupo dos países moderadamente inovadores, passando da 19ª para a 17ª posição entre os 27 Estados-Membros, segundo os dados da Comissão Europeia tornados públicos pela ANI (Agência Nacional de Inovação).

Emirados Árabes Unidos vão fornecer à Alemanha gás liquefeito e gasóleo em 2022 e 2023

Segundo a agência noticiosa oficial dos Emirados, Wam, o acordo prevê a exportação de uma carga de gás natural liquefeito (GNL) para a Alemanha no final de 2022, seguida do fornecimento de quantidades adicionais em 2023.