Mais de 2,1 milhões de pessoas já levaram dose de reforço da vacina contra Covid-19

Nas últimas 24 horas foram vacinadas mais 52.344 pessoas com a dose de reforço enquanto 3.743 alcançaram a vacinação primária completa.

Nas últimas 24 horas foram vacinadas mais 52.344 pessoas em Portugal com dose de reforço contra a Covid-19, num total de 2.104,320 milhões, segundo os dados divulgados pela Direção Geral de Saúde (DGS) esta terça-feira, 14 de dezembro.

Já para a vacinação da gripe o número de pessoas vacinadas nas últimas 24 horas foi de 16.385, num total de 2.238,647 milhões de cidadãos. Encontram-se atualmente com a vacinação primária completa 8.628,252 cidadãos, sendo que nas últimas 24 horas foram vacinadas mais 3.743 pessoas.

Em relação às faixas etárias foram vacinadas com dose de reforço 555.994 mil pessoas com 80 ou mais anos, 734.545 cidadãos entre os 70 e 79 anos de idade e 382.930 pessoas entre os 65 e 69 anos.

Recomendadas

Covid-19: China anula várias medidas de prevenção e sinaliza fim da estratégia ‘zero casos’ (com áudio)

O Conselho de Estado (Executivo) anunciou que quem testar positivo para o vírus pode, a partir de agora, cumprir isolamento em casa, em vez de ser enviado para instalações designadas, muitas vezes em condições degradantes.

Covid-19: Pandemia provocou mais 300 mil mortes na UE do que as oficiais, diz OCDE

“No final de outubro de 2022, mais de 1,1 milhões de mortes de covid-19 foram reportadas em todos os 27 países da UE, mas os dados sobre o excesso de mortalidade sugerem que se trata de uma subestimativa e que mais 300 mil pessoas morreram devido ao efeito direto ou indireto da pandemia”, refere o relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) e da Comissão Europeia (CE).

Covid-19: Problemas de saúde mental aumentaram na Europa, sobretudo nos jovens

A Organização para Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) explica no relatório comparativo da situação de saúde na Europa que, enquanto em 2019 a percentagem de jovens entre 15 e 24 anos com sintomas de depressão era de 6%, contra 7% nos adultos, com o coronavírus os números aumentaram em todos os países para os quais existem dados.
Comentários