Mais de metade do PIB europeu vem de apenas três países

Portugal é o 14º país da lista e não ultrapassa os 1,2% do produto interno bruto europeu, que se fixou nos 14.800 mil milhões de euros em 2016.

Francois Lenoir/Reuters

O produto interno bruto (PIB) da União Europeia (UE) atingiu os 14.800 mil milhões de euros em 2016, sendo que mais de metade do valor foi gerado por três Estados-membros, de acordo com os dados publicados esta segunda-feira pelo Eurostat.

A Alemanha, o Reino Unido e França foram os países que mais contribuíram no ano passado para o bolo europeu. O PIB alemão representou mais de um quinto do total europeu (21,1%), o equivalente a 3.100 mil milhões de euros, em 2016, enquanto do Reino Unido vêm 16% do PIB e de França 15%. Itália, com 11,3%, e Espanha, com 7,5%, fecham o top das primeiras cinco posições.

Portugal não foi além da 14ª posição com uma contribuição de 1,2% do PIB, ou seja, 184.931 milhões de euros. A fechar a lista estão Malta, Chipre, Estónia, Letónia, Lituânia, Eslováquia, Eslovénia, Croácia, Bulgária, Luxemburgo e Hungria. Todos estes contribuem com menos de 1% do PIB para a UE.

Fonte: Eurostat

Recomendadas

OE2023. Maioria dos empresários defende mexidas no IRS

Inquérito da consultora EY conclui que mais de 90% dos empresários defende alterações no IRS para mitigar efeitos da inflação – essencial para suportar o consumo privado. Empresas continuam a dar nota negativa ao sistema fiscal português e face à crise energética sinalizam como medidas prioritárias a descida do IRC e do IVA sobre todos os escalões de consumo de eletricidade consideradas.

OE2023: Conselho de Ministros extraordinário discute documento na terça-feira

O Governo discute em Conselho de Ministros extraordinário na terça-feira a proposta de Orçamento do Estado para 2023, numa reunião que marca o começo do processo de aprovação do documento, que é entregue ao parlamento na segunda-feira.

Mercado Automóvel em Portugal cai 34,7% até setembro

Apesar do mercado automóvel ter caído entre janeiro e setembro, foram matriculados mais 12,8% automóveis no mês passado do que em período homólogo de 2021.
Comentários