Manchester United é o clube que mais dinheiro gasta com salários na Premier League

Apesar de arredado do principal título inglês há nove temporadas, os “red devils” continuam a mostrar saúde financeira que lhes permite suplantar o rival da cidade (City) e toda a concorrência como clube que mais dinheiro paga aos seus jogadores. Cristiano Ronaldo é quem mais pesa nesta fatura.

Cristiano Ronaldo

Apesar de não vencer uma edição da Premier League há nove épocas (e de ter ganho a última Liga dos Campeões em 2008), o Manchester United é o clube inglês com a média salarial mais elevada para esta temporada na liga inglesa: 8,2 milhões de euros, de acordo com as contas do site “Safe Betting Sites”. O Manchester City fica pouco atrás dos rivais já que, esta temporada, irá pagar um salário médio a rondar os 7,7 milhões de euros.

E se o United é o clube que mais paga na Premier League, o ordenado de Cristiano Ronaldo é o que mais pesa na folha salarial do mítico clube inglês. O ‘Sportico’, portal especializado em negócios e desporto, elaborou a lista dos 10 futebolistas mais bem pagos em 2022, contabilizando salários e patrocínios. Ronaldo é o segundo futebolista que mais dinheiro recebe: 113 milhões de euros por ano (53 milhões de em salários e 60 milhões de euros em patrocínios). Só Kylian Mbappé recebe mais do que o português: 125 milhões de (100 milhões de euros em salários e 20 milhões em patrocínios).

Mais dinheiro da TV e patrocínios
Conclui este site especializado em finanças no mundo do desporto que a Premier League é, atualmente, a liga de futebol com as contas mais saudáveis e isso deve-se a dois fatores decisivos: o montante dos direitos televisivos, que cresce a cada negociação, e ainda os valores envolvidos nos patrocínios.

E não é apenas a liga que está a gerar muito dinheiro já que os clubes também estão a conseguir angariar verbas que lhes permite continuar a pagar salários absolutamente incomportáveis em grande parte dos emblemas das outras ligas com o selo “Big5”.

A Premier League é a liga de futebol mais vista em todo o mundo com uma audiência televisiva estimada em 4,7 mil milhões de telespectadores. Este valor representa mais do dobro da audiência estimada da La Liga espanhola, a segunda liga de futebol mais popular do mundo. As receitas dos direitos de transmissão televisiva dos jogos da Premier League vão atingir um valor de 12 mil milhões de euros no triénio de 2022-2025, segundo um acordo revelado pelo jornal “The Times”.

A liga inglesa também gera muito dinheiro em acordos de patrocínios. Na época de 2022/23, o Manchester City assinou o contrato de patrocínio mais lucrativo da liga inglesa recebendo 77 milhões de euros por ano pelo acordo estabelecido com a companhia aérea Etihad. Este acordo suplantou em quase 23 milhões de euros o contrato que o Manchester United estabeleceu com a TeamViewer (avaliado em 54,2 milhões de euros).

Recomendadas

Três adeptos impedidos de entrar em estádios por intolerância no Estoril Praia-FC Porto

Os três indivíduos podem ser punidos com coimas entre os mil e os 10 mil euros e com pena de interdição de acesso a recintos desportivos até dois anos.

“Criou-se um clima de ódio no futebol português por parte de alguns dirigentes”, defende CEO da SIGA

Emanuel Macedo de Medeiros, o português que lidera a Sport Integrity Global Alliance (uma coligação de integridade e boa governança no desporto, com mais de 100 parceiros internacionais) foi o convidado da última da edição do programa “Jogo Económico”, da plataforma multimédia JE TV, e abordou a génese dos problemas que se eternizam no futebol em Portugal e apontou caminhos.

Seixas da Costa condenado por difamar Sérgio Conceição nas redes sociais

O antigo diplomata Francisco Seixas da Costa foi condenado pelo Tribunal do Porto do crime de difamação agravada, por ofensas ao treinador da equipa de futebol do FC Porto, Sérgio Conceição, e terá de pagar uma indemnização.
Comentários