Manuel Ferreira Mendes toma posse como novo presidente Direção Regional de Lisboa ANJAP

A tomada de posse dos novos órgãos sociais da ANJAP terá lugar este sábado, dia 26 de janeiro de 2018, às 11h00, no Salão Nobre da Ordem dos Advogados.

Manuel Ferreira Mendes, sócio da Costa Pinto & Associados, toma posse este fim-de-semana como novo presidente da Direção Regional de Lisboa da Associação Nacional dos Jovens Advogados Portugueses (ANJAP).

A equipa liderada por Manuel Ferreira Mendes é composta por Marta Flores da Silva (VDA), Joana Boaventura Martins (SPASS), David Coimbra de Paula (VDA), Ana Corrêa Cardoso (Morais Leitão), Inês Almeida Costa (PLMJ), Teresa Bastos Lopes (Gama Glória), Mariana Azevedo Mendes (SRS) e Filipe Jones Mourão (GA_P).

Licenciado em Direito pela Universidade de Coimbra (2007), Manuel Ferreira Mendes é Mestre em Direito e Gestão pela Universidade Nova de Lisboa (2014) e Pós-Graduado em Direito das Sociedades Comerciais pela Universidade Católica Portuguesa (2017). Iniciou o seu percurso profissional na Sociedade Rebelo de Sousa (anteriormente Simmons & Simmons) ao que se seguiu um secondment na Farrer&Co (Londres), sendo atualmente sócio da Costa Pinto & Associados, onde se dedica maioritariamente às áreas do Direito do Trabalho, Direito Societário e Direito Imobiliário.

Recomendadas

Refinanciamento da Finerge de 2,3 mil milhões eleito “Deal of the Year 2022” de energias renováveis na Europa

O refinanciamento da portuguesa Finerge, no montante de 2,3 mil milhões de euros, que teve o Banco Santander como assessor financeiro, foi eleito “Deal of the Year 2022” de energias renováveis na Europa, no âmbito dos PFI Awards, da revista Project Finance International.

PremiumCMVM está “completamente descontextualizada”

O Bastonário da Ordem dos Revisores Oficiais de Contas espera que o novo presidente da CMVM traga uma regulação e supervisão comparável à do BdP. Sector sente falta de recursos humanos, mas mantém otimismo cauteloso em 2023.

Howden assessorou venda dos fundos de reestruturação da ECS à DK Partners

A Howden, através da sua equipa de M&A com presença em Lisboa, assessorou o designado Project Crow, que consistiu na venda dos fundos de reestruturação geridos pela ECS e detidos pelos bancos à Davidson Kempner Partners (DK).
Comentários