Manuel Reis Campos mantém-se na liderança da CPCI até 2024

No seguimento das eleições dos órgãos sociais da CPCI para o triénio de 2022 a 2024, realizadas ontem, dia 28 de abril, Manuel Reis Campos, em representação da AICCOPN, mantém-se na liderança da entidade que integra as associações empresariais que representam toda a fileira da construção e do imobiliário.

Foto cedida

Manuel Reis Campos vai manter-se na liderança da  Confederação Portuguesa da Construção e do Imobiliário (CPCI) até 2024.

“No seguimento das eleições dos órgãos sociais da CPCI  para o triénio de 2022 a 2024, realizadas ontem, dia 28 de abril, Manuel Reis Campos, em representação da Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN), mantém-se na liderança da entidade que integra as associações empresariais que representam toda a fileira da construção e do imobiliário”, revela um comunicado da organização.

Segundo esse comunicado, liderando a única lista em votação, Manuel Reis Campos reforça o facto de “a representatividade da fileira estar refletida na CPCI, que tem exercido uma participação ativa no que respeita o associativismo nacional, destacando-se a este nível, a sua integração, em 2021, no Conselho Nacional das Confederações Patronais (CNCP)”.

No âmbito desta eleições, foi igualmente reeleito, Gonçalo Salazar Leite, em representação da Associação Técnica da Indústria de Cimento (ATIC), para presidente da mesa da assembleia geral; e Henrique Eiró Carvalho, em representação da Associação Nacional da Indústria Extrativa e Transformadora (ANIET), que assume o cargo de presidente do conselho fiscal.

“A conjuntura economicamente instável que estamos a viver atualmente requer uma atuação dinâmica e ativa por parte desta estrutura associativa, com a qual todos os membros eleitos encontram-se manifestamente comprometidos na defesa e promoção de uma visão estratégica global para a construção e para o imobiliário, com adoção de medidas prioritárias, essenciais para assegurar a sustentabilidade da economia portuguesa e colocar o nosso País, de novo, na rota do crescimento”, assinala o referido comunicado.

Recomendadas

Associação Empresarial de Portugal no Egipto com sector da construção

O presidente da AEP, Luís Miguel Ribeiro, refere que “nos últimos seis anos, o governo egípcio tem mantido o investimento em novos projetos (New Mansoura City, New Administrative Capital, o comboio de alta velocidade) e que é o primeiro país da MENA (Middle East and North Africa) a emitir ‘green bonds’.

Construtora Garcia Garcia atinge faturação de 75,5 milhões em 2021

Mais de metade dos projetos da construtora foram no sector industrial e logístico. Residencial e hotelaria representou 30%. Captação e desenvolvimento de projetos para empresas internacionais contribuíram para um ano positivo.

Produção na construção subiu 1,9% na zona euro e 1,1% na UE em fevereiro

Em relação ao mesmo período de 2021 verificaram-se aumentos de 9,4% na zona euro e de 8,6% na União Europeia.
Comentários