Marcelo convida Ramos-Horta para ir a Portugal e participar na Web Summit

Marcelo Rebelo de Sousa foi hoje recebido por Ramos-Horta no Palácio Presidencial, em Díli, e no fim do encontro os dois chefes de Estado fizeram declarações à comunicação social.

O chefe de Estado português, Marcelo Rebelo de Sousa, anunciou hoje ter convidado o Presidente de Timor-Leste, José Ramos-Horta, para ir a Portugal neste ano e participar na Web Summit e num fórum empresarial.

Marcelo Rebelo de Sousa foi hoje recebido por Ramos-Horta no Palácio Presidencial, em Díli, e no fim do encontro os dois chefes de Estado fizeram declarações à comunicação social.

“Reafirmei o convite ao querido amigo José Ramos-Horta para ir a Portugal ainda este ano e, se possível, participar na Web Summit, na cimeira digital, e estar connosco algum tempo, até para se poder realizar um fórum empresarial sobre o que pode haver de cooperação acrescida entre os dois países irmãos nesse domínio”, disse o Presidente português.

Antes, Ramos-Horta, que tomou posse na quinta-feira à noite como Presidente da República Democrática de Timor-Leste, pela segunda vez, relatou ter pedido a Marcelo Rebelo de Sousa “para pensar nas oportunidades que virão com a futura próxima adesão de Timor à ASEAN [Associação de Nações do Sudeste Asiático]”.

“Gostaríamos de ter aqui investidores portugueses em Timor, pensando nesse grande mercado de 700 milhões de pessoas, quatro triliões de dólares. Seria uma grande oportunidade, para nós, Timor, e também para os empresários portugueses”, acrescentou Ramos-Horta.

O antigo Presidente timorense Xanana Gusmão também esteve com Marcelo Rebelo de Sousa e Ramos-Horta hoje no Palácio Presidencial. Quando o chefe de Estado português chegou, os três trocaram algumas palavras em tom descontraído, rodeados pela comunicação social, antes de se reunirem.

Xanana Gusmão virou-se para Marcelo Rebelo de Sousa e disse-lhe, divertido: “Quero apresentar o Presidente da República de Timor-Leste”.

“É uma honra e um prazer. Olha que coincidência encontrarmo-nos os três aqui. O mundo é pequeno, e o centro do mundo chama-se Timor-Leste”, respondeu o chefe de Estado português, rindo-se.

Marcelo Rebelo de Sousa elogiou a gravata do “comandante” Xanana Gusmão  e Ramos-Horta observou: “Está todo bonito”.

Depois, o Presidente de Timor-Leste comentou que Xanana Gusmão “quase que nunca usa máscara, e quando usa até coloca mal, beija, abraça meio mundo e nunca apanhou covid, depois diz que é por causa do tabaco, que mata o covid”.

“E é, e é, eu posso confirmar isto”, retorquiu Xanana. “Cientificamente, clinicamente”, acrescentou Marcelo Rebelo de Sousa, e o antigo guerrilheiro completou: “Cientificamente, pessoalmente, corporalmente, fisicamente, tudo”.

Recomendadas

Banco BAI viu lucros em Cabo Verde aumentarem 384% em 2021

O BAI Cabo Verde, participado também pela petrolífera Sonangol, registou um resultado líquido superior a 150,2 milhões de escudos (1,3 milhão de euros).

Sector petrolífero de Angola cresce pela primeira vez desde 2016

O Produto Interno Bruto angolano cresceu 2,6% no primeiro trimestre de 2022, face ao período homólogo, segundo o Instituto Nacional de Estatística de Angola.

Advogados de países lusófonos juntam-se em plataforma digital OneLegal

O advogado Rui Amendoeira, um dos fundadores, destaca a importância de apostar nestas “jurisdições históricas e linguisticamente unidas” e realça que os membros da OneLegal estão “vocacionados para um trabalho junto de investidores internacionais”.
Comentários