Marcelo diz que solução para a TAP é “parceria com uma Lufthansa”

Presidente da República disse na entrevista à RTP que apelou a “bom-senso” nos salários dos responsáveis da transportadora aérea, mas realçou que aumento salarial do CEO interino fica abaixo do valor recebido anteriormente por Antonoaldo Neves.

O Presidente da República e candidato à reeleição Marcelo Rebelo de Sousa defendeu, numa entrevista à RTP, que a solução para a TAP “não é estatizá-la, gastando o Estado uma fortuna, nem levá-la à falência, mas sim prepará-la para uma parceria com uma Lufthansa, como estava previsto em fevereiro”.

Respondendo a uma pergunta sobre o aumento salarial para o CEO interino da TAP Ramiro Sequeira, Marcelo Rebelo de Sousa disse ter apelado “para que houvesse bom-senso” numa conjuntura em que a transportadora aérea tem em curso despedimentos e reduções salariais, pois “em política o que parece é”.

Mesmo assim, Marcelo Rebelo de Sousa disse aceitar as explicações do Executivo para o aumento de Ramiro Sequeira, nomeadamente o facto de se tratar da passagem de funções não executivas para executivas e de o valor a receber pelo gestor representar, ainda assim, um decréscimo em relação ao recebido por Antonoaldo Neves quando exercia as mesmas funções.

 

Recomendadas

APAVT diz que é fundamental poder prorrogar pagamento de dívida contraída na pandemia

A Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT) considera ser fundamental a possibilidade de prorrogar o pagamento do serviço da dívida contraída na pandemia, dado que os processos de recapitalização para as empresas não tiveram sucesso.

Governo dos Açores vai reconduzir atual presidente da SATA, Luís Rodrigues

O chefe do Governo dos Açores anunciou hoje que vai indigitar o atual presidente da SATA, Luís Rodrigues, para futuro presidente da holding, justificando a decisão com a importância da “estabilidade” associada à “competência” do responsável.

Oeiras cria fundo para ajudar comerciantes a recuperar dos estragos do mau-tempo

A Câmara de Oeiras vai criar um fundo, cujo valor será ainda determinado, para apoiar os comerciantes na sequência dos estragos provocados pelo mau tempo, adiantou hoje o presidente, acrescentando que a avaliação dos danos será feita na sexta-feira.
Comentários