Marcelo garante que Estado está a cumprir a sua missão” no apuramento de responsabilidades sobre IURD

O chefe de Estado garante que o Estado “está a cumprir a sua missão” e está focado em apurar o que terá acontecido.

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, garante que o Estado está a apurar responsabilidades no caso de uma rede de adoções ilegais que envolve um lar aberto pela Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), em Portugal. O chefe de Estado garante que o Estado “está a cumprir a sua missão” e está focado em apurar o que terá acontecido.

“Já disse, sobre essa matéria, que via com apreço o fato do Ministério Público estar a reabrir uma investigação para apurar o que se terá passado”, afirmou Marcelo Rebelo de Sousa, em declarações à ‘TVI’. “No sentido em que o Ministério Público entende que se deve investigar aquilo que se passou, para saber se o Estado teve, ou não, responsabilidade, acho que o Estado está a cumprir a sua missão”.

A TVI tem vindo a exibir uma série de reportagens denominada “O Segredo dos Deuses”, na qual noticia que a IURD esteve alegadamente relacionada o rapto e o tráfico de crianças nascidas em Portugal. Os supostos crimes teriam acontecido na década de 1990 com crianças levadas para um lar em Lisboa, que teria alimentado um esquema de adoções ilegais em benefício de famílias ligadas à IURD que moravam no Brasil e nos Estados Unidos.

Segundo informações avançadas pela TVI, a IURD tem atualmente nove milhões de fiéis, espalhados por 182 países, 320 bispos e cerca de 14 mil pastores. A IURD refuta as acusações de rapto e de um esquema de adoção ilegal de crianças portuguesas e considera-as fruto de “uma campanha difamatória e mentirosa”.

Recomendadas

PCP defende aumento do salário mínimo nacional para 850 euros em janeiro

O secretário-geral do PCP acusou o Governo de querer “retomar todos os caminhos da política de direita, fazer comprimir ainda mais os salários, facilitar a exploração, abrir espaço para os negócios privados na saúde e na educação, condicionando ou justificando as suas opções com as orientações e imposições da União Europeia e do euro”.

Associação Zero dá parecer negativo a mais voos noturnos em Lisboa

No início de agosto foi anunciado pelo Governo a intenção de aprovar uma portaria que permita anular temporariamente a parte da lei que estabelece restrições ao tráfego aéreo noturno entre as 0h e as 6h, que a Navegação Aérea (NAV) quer que seja entre o dia 18 e 29 de novembro, para implementar um novo sistema de controlo.

PS/Madeira acusa Governo Regional de estar “alheado da realidade”

O líder do PS/Madeira acusou este sábado o Governo Regional e os partidos que o compõem o executivo insular (PSD e CDS) de estarem “alheados da realidade” e dos problemas dos madeirenses porque estão “fechados nos gabinetes”.
Comentários