Marques Mendes: “País também aprecia que Marcelo chame atenção para problemas não resolvidos”

No seu habitual comentário político na “SIC”, Luís Marques Mendes analisou a mensagem de Natal do Presidente da República e elogiou Marcelo. “Nem sempre podem ser selfies e beijinhos, de vez em quando também avisos e algumas reprimendas”.

Luís Marques Mendes deixou elogios à mensagem de Natal de Marcelo Rebelo de Sousa. No seu habitual comentário político na “SIC”, o antigo líder do PSD abordou as criticas à falta de reformas no país, na governação e na ausência de uma visão de médio-longo prazo, feitas pelo Presidente da República.

“O Presidente tem razão em dizer o que disse. O país também aprecia que de vez em quando Marcelo Rebelo de Sousa fale grosso e chame atenção para os problemas que não resolvidos, que de alguma forma possa criticar aquilo que são os desvios às grandes orientações do país. Nem sempre podem ser selfies e beijinhos, de vez em quando também avisos e algumas reprimendas”, afirmou Marques Mendes.

Para Marques Mendes, “o estado do país justifica estas chamadas de atenção. As coisas hoje em Portugal melhoraram, já não vivemos sobre arames, como no tempo da troika, mas ainda estamos numa situação vulnerável. Temos uma dívida brutal, um crescimento económico anémico, uma produtividade muito baixa e porque a pobreza e desigualdade sociais estão ainda a níveis inquietantes”.

De resto, o comentador político não vê grandes melhorias nos problemas do país. “Tirando as questões da redução do défice orçamental, não se veem medidas de fundo para resolver este estado de coisas e foi essa verdade que o Presidente veio dizer”.

Marques Mendes deixou ainda um desafio a Marcelo Rebelo de Sousa. “Acho que em próximas mensagens deve ir mais longe e concretizar onde é que precisamos de mudar. Não para fazer oposição, mas sobretudo pedagogia junto das autoridades, do país e dos portugueses”.

Relacionadas

“António Costa andou nos últimos quatro anos a empurrar com a barriga crise do SNS”, diz Marques Mendes

O antigo líder do PSD no comentário político na estação televisiva “SIC” afirmou que o “problema da saúde em Portugal não se resolve apenas com discursos, nem com abrir os cordões à bolsa ou com propaganda”.
Recomendadas

Associação Zero dá parecer negativo a mais voos noturnos em Lisboa

No início de agosto foi anunciado pelo Governo a intenção de aprovar uma portaria que permita anular temporariamente a parte da lei que estabelece restrições ao tráfego aéreo noturno entre as 0h e as 6h, que a Navegação Aérea (NAV) quer que seja entre o dia 18 e 29 de novembro, para implementar um novo sistema de controlo.

PS/Madeira acusa Governo Regional de estar “alheado da realidade”

O líder do PS/Madeira acusou este sábado o Governo Regional e os partidos que o compõem o executivo insular (PSD e CDS) de estarem “alheados da realidade” e dos problemas dos madeirenses porque estão “fechados nos gabinetes”.

Aquilo que foi feito na TAP “foi um crime político e financeiro”, refere Luís Montenegro

O presidente do PSD, Luís Montenegro, afirmou este sábado que o que foi feito na TAP “foi um crime político e financeiro”, considerando que a vontade do Governo de privatizar a companhia não pode passar incólume.
Comentários