Martin Schulz: “Relação transatlântica será mais difícil”

Presidente do Parlamento Europeu indica, contudo, que “o sistema político dos Estados Unidos é suficientemente forte para lidar com Trump”.

Stefan Wermuth/Reuters

O presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, considera que, tendo Donald Trump sido eleito como 45º líder dos Estados Unidos, “a relação transatlântica será seguramente mais difícil”.

Citado pelo diário italiano “La Repubblica”, Schulz relembra, contudo, “o grande receio” relacionado com a eleição de Ronald Reagan para chefe de Estado norte-americano e desdramatiza: “O sistema político dos Estados Unidos é suficientemente forte para lidar com Trump como presidente e integrá-lo”.

Recomendadas

Democratas dizem que ‘impeachment’ de Trump serve para garantir que “nenhum futuro presidente” volte a apelar à violência

Recorrendo a relatos policiais, de funcionários do Capitólio e a notícias de imprensa estrangeira, os democratas alegaam que Donald Trump foi o responsável pela invasão do Capitólio, tendo provocado danos políticos e sociais de longo prazo.

Trump deseja “sucesso” e “sorte” à administração de Biden no discurso de despedida da Casa Branca

Na hora da despedida, Donald Trump limitou-se a desejar que a nova administração seja bem-sucedida, embora não tenha mencionado uma única vez o nome do sucessor, Joe Biden. O 46.º presidente dos EUA toma posse esta quarta-feira.

EUA. Um muro, o país dividido e potencial terrorismo na capital

Grades metálicas, contraplacados de madeira, uniformes, veículos militares e armas nas mãos da Guarda Nacional multiplicam-se em Washington, que se protege contra potenciais ações terroristas na posse de Joe Biden como presidente dos EUA, na próxima quarta-feira.
Comentários