Mau tempo: Circulação de comboios na Linha do Douro restabelecida

A CP informou na sexta-feira que irá conceder reembolsos aos clientes que tenham comprado bilhetes e pretendam desistir da viagem, devido às perturbações previstas por causa do mau tempo.

Cristina Bernardo

A circulação de comboios na Linha do Douro entre Vila Meã e Livração e entre Pinhão e Régua foi restabelecida, após remoção das árvores que tinham caído devido ao mau tempo, informou hoje a Infraestruturas de Portugal (IP).

Segundo informação anterior, a circulação de comboios entre Vila Meã e Livração tinha sido suspensa pelas 12:35 devido à queda de um eucalipto sobre o sistema de alimentação de energia elétrica (catenária), afetando as ligações nos urbanos do Porto e linha do Douro.

à Lusa, fonte oficial da CP – Comboios de Portugal confirmou que os comboios já estão a circular desde as 14:50, após terem sido removidas as duas árvores.

A circulação dos comboios suburbanos de Coimbra foi também hoje suspensa devido à subida do nível da água.

Segundo a fonte da empresa gestora da rede ferroviária, “as linhas da estação de Alfarelos encontram-se inundadas”, tendo sido suspensa a circulação de comboios suburbanos de Coimbra em todo o trajeto, entre Coimbra e Figueira da Foz.

As inundações do troço entre Alfarelos e Ameal Sul, devido à subida do nível das águas da Bacia do Mondego, é também a causa da suspensão da circulação ferroviária na Linha do Norte, que liga Lisboa ao Porto.

A linha da Beira Alta foi também cortada, depois de ao início da noite de sexta-feira um comboio Intercidades ter embatido numa pedra que provocou o descarrilamento da locomotiva ao quilómetro 148, entre Fornos de Algodres e Gouveia.

Na linha do Vouga, a circulação foi também suspensa entre Sernada do Vouga e Aveiro-Vouga, devido a desguarnecimento da via entre Macinhata e Sernada e a circulação no troço entre Eixo e Eirol devido a inundação de via.

A CP informou na sexta-feira que irá conceder reembolsos aos clientes que tenham comprado bilhetes e pretendam desistir da viagem, devido às perturbações previstas por causa do mau tempo.

Os fortes efeitos do mau tempo, que se fazem sentir desde quarta-feira, já provocaram dois mortos, um desaparecido e deixaram 144 pessoas desalojadas, registando-se 9.500 ocorrências no continente português, na maioria inundações e quedas de árvore.

O mau tempo provocado pela depressão Elsa, entre quarta e sexta-feira, a que se juntou hoje o impacto da depressão Fabien, provocou condicionamentos na circulação rodoviária e ferroviária, bem como danos na rede elétrica, afetando a distribuição de energia a milhares de pessoas, em especial na região Centro.

No balanço realizado às 13:00 de hoje, a Proteção Civil indicou que a situação no rio Mondego é a mais preocupante, estando a decorrer evacuações para prevenir os efeitos de eventuais cedências de diques.

O IPMA já havia alertado para os efeitos da depressão Fabien, em especial no Norte e no Centro, estando previstos intensos períodos de chuva e vento forte de sudoeste, com rajadas que podem atingir 90 km/hora no litoral norte e centro e 140 km/hora nas terras altas.

Prevê-se que estes efeitos vão diminuindo e que se registe uma melhoria gradual do estado do tempo a partir de domingo.

Os distritos do Porto, Viana do Castelo, Aveiro, Coimbra e Braga vão estar entre as 21:00 de hoje e as 12:00 de domingo em aviso vermelho, devido à agitação marítima, a que se soma Vila Real, por causa de fortes rajadas de vento, que podem atingir 140 quilómetros/hora.

Relacionadas

Mau tempo: Distrito de Coimbra ativa Plano Distrital de Emergência e Proteção Civil

Mais de 250 pessoas foram hoje retiradas de casa devido à subida das águas do rio Mondego em três povoações do concelho de Montemor-o-Velho, distrito de Coimbra, segundo fontes da autarquia e Proteção Civil municipal.

Circulação dos comboios suburbanos de Coimbra suspensa devido a mau tempo

“As linhas da estação de Alfarelos encontram-se inundadas”, tendo sido suspensa a circulação de comboios suburbanos de Coimbra em todo o trajeto, entre Coimbra e Figueira da Foz.

Ligação ferroviária entre Lisboa e Porto cortada devido ao mau tempo

Neste momento não existem condições para viagens de Intercidades e Alfa Pendular na Linha do Norte, alerta a CP.
Recomendadas

Grupo Stellantis e DST Solar nas Agendas Mobilizadoras

A inovação verde para a indústria automóvel passa pelas Agendas Mobilizadoras. O ISQ&CTAG irá investir 6,2 milhões de euros.

TAAG recebe aviso de greve dos pilotos com início a 7 de outubro

O Sindicato de Pilotos de Linha Aérea (SPLA) decretou uma greve a partir de 7 de outubro, tendo já sido enviado o aviso de greve à TAAG – Linhas Aéreas de Angola na sexta-feira, anunciou este sábado a companhia aérea angolana.

Infraestruturas de Portugal registou lucro de 32,4 milhões no primeiro semestre

Este valor significa uma recuperação de 71,3 milhões de euros em comparação com os prejuízos de 38,9 milhões de euros verificados no mesmo período de 2021.
Comentários