Mau tempo: Operação da Altice/PT já repôs 70% dos serviços afetados

Até às 12:00 de hoje, adiantou a operadora em comunicado, já foram recuperados mais de 70% dos serviços afetados e “estão a ser desenvolvidos todos os esforços no sentido de até ao final do dia de hoje a esmagadora maioria dos serviços estar reposta”.

Foto: Cristina Bernardo

A operadora de comunicações Altice/PT informou que entre domingo e hoje já foram recuperados mais de 70% dos serviços afetados devido ao mau tempo e que as zonas mais atingidas foram o Norte e o Centro.

Desde o início da tarde de domingo que a Altice/PT está a desencadear uma “uma megaoperação de prevenção e supervisão” face à previsão de condições meteorológicas adversas.

Até às 12:00 de hoje, adiantou a operadora em comunicado, já foram recuperados mais de 70% dos serviços afetados e “estão a ser desenvolvidos todos os esforços no sentido de até ao final do dia de hoje a esmagadora maioria dos serviços estar reposta”.

Além disso, acrescentou, foi reforçada a equipa de operacionais no terreno, com mais de 300 técnicos a atuarem na reposição de ativos e infraestruturas, mediante as condições meteorológicas verificadas e na medida das necessidades das populações.

As zonas mais afetadas foram o Norte e o Centro, nomeadamente os distritos de Aveiro, Braga, Coimbra, Porto, Viseu, Viana do Castelo e Vila Real.

“Continuamos a disponibilizar meios complementares de comunicações, nomeadamente telefones satélites e unidades móveis temporárias, caso seja necessário e de acordo com as prioridades e necessidades existentes”, sublinha a Altice/PT.

A operadora tem previsto novo balanço para o final do dia de hoje.

A Proteção Civil destacou hoje como consequências “mais graves” da passagem da tempestade Ana pelo território nacional, durante a madrugada e manhã, o registo de um morto, cinco feridos ligeiros e 13 desalojados, em mais de três mil ocorrências, na maioria quedas de árvores e de estruturas.

Recomendadas

Santana Lopes perspetiva ano económico “muito difícil” em 2023

Santana Lopes mencionou também o aumento “escandaloso” de quatro vezes a taxa base do custo da tarifa de tratamento dos resíduos sólidos urbanos a pagar à Empresa de Resíduos Sólidos Urbanos do Centro (ERSUC), cujo acionista base é privado.

Preços da energia em Itália vão subir ainda mais apesar de já estarem elevados

O Executivo de Roma já dedicou este ano 60 mil milhões de euros a medidas para procurar reduzir o impacto da subida destes preços.

Crise/inflação: Costa recusa razões para alarmismo sobre panorama dos créditos à habitação

António Costa procurou assegurar que o seu Governo está “atento” face ao impacto da subida dos juros nas prestações a pagar pelas famílias com créditos à habitação.
Comentários