Mau tempo: rotura iminente de dique no Mondego obriga a evacuação

A rotura iminente do dique periférico do rio Mondego junto a Montemor-o-Velho está a obrigar hoje à evacuação da zona baixa da localidade do Casal Novo do Rio, anunciou a Câmara.

“Alertamos a população da zona suscetível a cheias da vila de Montemor-o-Velho para o risco muito elevado de cheia. Aconselhamos que acautele os seus bens e os seus animais, se proteja e recolha uma muda de roupa, medicação e documentos de identificação para a eventual necessidade de, em caso de emergência, evacuação das zonas sensíveis”, refere a informação da Câmara.

Momentos antes desta informação, a Câmara de Montemor-o-Velho lançou um alerta para as populações das zonas baixas da vila e ainda de Casal Novo do Rio e Ereira, na sequência do caudal elevado do Rio Mondego.

“Alerta-se a população das zonas baixas historicamente sensíveis a cheias de Montemor-o-Velho, Casal Novo do Rio e Ereira para tomarem medidas de prevenção e autoproteção devido ao risco elevado de cheia”, refere uma informação enviada por email da Câmara.

O município aconselha ainda a que se “acautele bens e animais”. Além disso, a autarquia apela à população para que “se proteja e recolha uma muda de roupa, medicação e documentos de identificação para a eventual necessidade de, em caso de emergência, evacuação das zonas sensíveis”.

Pede ainda a Câmara calma e vigilância, e que as pessoas façam “uma lista e recolham os objetos importantes e necessários, nomeadamente documentos de identificação e medicamentos”.

Em caso de necessidade, deve a população dirigir-se para o Pavilhão Municipal de Montemor-o-Velho ou para a Associação Cultural Desportiva e Recreativa da Ereira.

A GNR, por volta das 16:50, retirou da zona do Casal Novo do Rio e Ponte das Lavandeiras as dezenas de pessoas que estavam naquela zona a ver os estragos.

Recomendadas

Marcelo assume contacto a José Ornelas para lhe dizer que envio de denúncia “não foi pessoal”

O Presidente da República assumiu hoje que teve a iniciativa de contactar o bispo José Ornelas para lhe dizer que “não foi pessoal” a denúncia contra ele que encaminhou para o Ministério Público.

Leiria lança concurso público para criar sistema de bicicletas partilhadas

A Câmara de Leiria aprovou hoje o lançamento do concurso público internacional para a criação do sistema público de bicicletas partilhadas da cidade, num investimento de 740 mil euros acrescidos de IVA.

Marcelo “não deveria ter falado” com José Ornelas, considera Ventura

O presidente do Chega, André Ventura, considerou hoje que o Presidente da República “não deveria ter falado” com o bispo José Ornelas sobre questões relacionadas com a denúncia de alegado encobrimento de abusos sexuais.
Comentários