Max Verstappen e Lewis Hamilton decidem quem será campeão de F1 em Abu Dhabi

Verstappen (Red Bull) e Hamilton (Mercedes) chegam empatados à corrida decisiva da atual temporada de Fórmula 1. Holandês parte da “pole”, mas o britânico tem um incentivo extra: pode tornar-se campeão pela oitava vez, algo inédito na disciplina.

O holandês Max Verstappen (Red Bull) e o britânico Lewis Hamilton (Mercedes) decidem este domingo quem será o campeão mundial de Fórmula 1 de 2021, na última corrida da temporada, em Abu Dhabi.

Os dois pilotos chegam à 22.ª prova empatados, com 369,5 pontos, sendo que Verstappen tem vantagem confronto direto (nove vitórias, contra as oito de Hamilton) e parte na frente para a corrida, depois de ter conquistado a ‘pole’, no sábado.

Max Verstappen corre para conquistar o primeiro título da sua carreira, enquanto Lewis Hamilton pode fazer história e arrebatar um inédito oitavo título mundial de pilotos, deixando para trás os sete do alemão Michael Schumacher.

Hamilton venceu o Mundial em 2008, 2014, 2015 e nas últimas quatro temporadas (2017, 2018, 2019 e 2020), enquanto Schumacher triunfou em 1994, 1995 e de 2000 a 2004.

A corrida terá 58 voltas e tem arranque previsto para as 17:00 horas locais (13:00 em Lisboa).

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.

Portugal é o terceiro favorito a ganhar o Mundial, prevê casa de apostas

Após o triunfo por 6-1 frente à Suíça, resultado que colocou Portugal no caminho de Marrocos nos quartos-de-final do Mundial, a Seleção comandada por Fernando Santos é agora a terceira favorita a ganhar a competição, empatada com a Argentina e a Inglaterra.

Respostas Rápidas: Que jogadores de Portugal mais podem valorizar neste Mundial?

Da baliza ao ataque, da Luz ao Dragão passando por Madrid, a prestação da Seleção portuguesa no Mundial pode dar muito a ganhar em 2023, sobretudo aos clubes que “emprestam” os seus melhores ativos para a prova de seleções de excelência a nível mundial. Saiba que jogadores poderão sair mais valorizados com a promessa das milhões para o fecho de contas do primeiro semestre da temporada.
Comentários