MB Way. 6 dúvidas e respostas frequentes

A SIBS lançou oficialmente o MB Way esta semana. É uma solução interbancária que permite fazer transferências imediatas entre utilizadores e realizar compras nas lojas aderentes através de um smartphone ou tablet. Já aderiram ao serviço 13 bancos, o que se traduz na adesão de 95% dos cartões bancários e não bancários, como é o caso dos cartões […]


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

A SIBS lançou oficialmente o MB Way esta semana. É uma solução interbancária que permite fazer transferências imediatas entre utilizadores e realizar compras nas lojas aderentes através de um smartphone ou tablet.

Já aderiram ao serviço 13 bancos, o que se traduz na adesão de 95% dos cartões bancários e não bancários, como é o caso dos cartões de refeição, refere Madalena Cascais Tomé, CEO da SIBS.

Como começar a usar o MB Way?

Basta descarregar no seus smartphone ou tablet a aplicação disponível para para os sistemas operativos iOS, Android e Windows Phone. Depois terá que aderir ao serviço através do multibanco ou do homebanking, associando os cartões que desejar ao seu número de telefone.

Como é gerida a segurança?

Aquando da associação dos cartões, deverá definir o pin MB Way composto por seis dígitos. Este código será utilizado para validar todas as operações no seus smartphone ou tablet.

A solução já foi testada? 

Sim, antes do lançamento esta semana decorreu um período experimental durante o qual foram realizados mais de 24 mil downloads da aplicação (iOS, Android ou Windows).

Onde é que posso utilizar o MB Way?

Entre outros estabelecimentos, o novo método de pagamento pode ser utilizada no Continente Online, Jumbo, Pão de Açúcar e Box, FNAC, Bilheteira Online, Blueticket Mobile, Livraria Wook e Rede Expresso. No dia do lançamento (12 de outubro) aderiu também uma  parte da cadeia H3, que abrange as marcas Slow e Empadaria, refere Madalena Cascais TO.

Quais são os benefícios deste método de pagamento? 

De acordo com Madalena Cascais Tomé o “MB Way foi concebido para que a utilização seja muito fácil, cómoda e simples, permitindo usar o cartão bancário e de refeição num telemóvel, numa evolução natural do Multibanco para o ambiente mobile”.

Para os consumidores o método de pagamento é:

– simples (só é necessário o número de telemóvel);
– rápido (basta o número e Pin MB Way para efetuar a operação);
– cómodo (os smartphone/tablet transformam-se em “cartão bancário);
– grátis (não tem custo de adesão);
– seguro (não há transmissão de dados bancários e o limite diário de utilização é definido pelo utilizador)

Como vai ser promovido o sistema?

Para promover o MB Way, a SIBS preparou uma campanha de publicidade que estará presente em vários meios, como rádio, imprensa, publicidade exterior, ATM, meios online e digitais, na qual participam vários atores portugueses, como Helena Costa, Ivo Canelas, Albano Jerónimo, Joana Seixas e Pedro Laginha.

OJE

Recomendadas

Governo adota estratégia para aumentar “peso e influência” portuguesa em instituições da União Europeia

A informação foi avançada à agência Lusa, no dia em que o Governo se reúne em Conselho de Ministros, pelo secretário de Estado dos Assuntos Europeus, Tiago Antunes, que defendeu ser “imperativo aumentar a representatividade de Portugal nas instâncias europeias, nos quadros e, em particular da Comissão, onde o défice é maior, para [Portugal] ter mais peso e uma maior capacidade de influência no processo de decisão europeu”.

Inflação desacelera em novembro para 9,9%

“A taxa de variação homóloga do Índice de Preços no Consumidor terá diminuído para 9,9% em novembro, taxa inferior em 0,2 pontos percentuais à observada no mês anterior”, revela o INE.

Pensões devem subir mais do que anunciado pelo Governo porque inflação superou estimativa

O Governo prometeu que reviria as atualizações das pensões previstas para janeiro, caso a inflação superasse a estimativa. A estimativa rápida conhecida esta quarta-feira indica que os preços subiram mais do que se estava à esperança, o que abre a porta a aumentos mais robustos para os pensionistas em 2023.