Media Capital passa de prejuízo a lucro de 40,7 milhões no primeiro semestre

A Media Capital passou de prejuízos de 8,4 milhões de euros no primeiro semestre de 2021 a lucros de 40,7 milhões de euros nos primeiros seis meses deste ano, anunciou esta quinta-feira a dona da TVI.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Media Capital adianta que no período em análise o total de rendimentos operacionais cresceu 70% para 123,8 milhões de euros.

“Note-se que os rendimentos incluem o montante da mais-valia gerada com a alienação do negócio de rádios” e, excluindo esse efeito, os rendimentos operacionais cresceram 6% para 77,4 milhões de euros, explica a Media Capital.

Destaca também que “os números incluem, para 2022, apenas cinco meses do negócio das rádios, ao contrário do período homólogo” do ano passado.

O resultado antes de impostos, juros, depreciações e amortizações (EBITDA) ascendeu a 46 milhões de euros, o que compara com 4,4 milhões de euros negativos um ano antes.

O EBITDA sem gastos com provisões e reestruturações e mais-valia atingiu 1,3 milhões de euros (no primeiro semestre de 2021 tinha sido de dois milhões de euros negativos).

Recomendadas

Grupo Stellantis e DST Solar nas Agendas Mobilizadoras

A inovação verde para a indústria automóvel passa pelas Agendas Mobilizadoras. O ISQ&CTAG irá investir 6,2 milhões de euros.

TAAG recebe aviso de greve dos pilotos com início a 7 de outubro

O Sindicato de Pilotos de Linha Aérea (SPLA) decretou uma greve a partir de 7 de outubro, tendo já sido enviado o aviso de greve à TAAG – Linhas Aéreas de Angola na sexta-feira, anunciou este sábado a companhia aérea angolana.

Infraestruturas de Portugal registou lucro de 32,4 milhões no primeiro semestre

Este valor significa uma recuperação de 71,3 milhões de euros em comparação com os prejuízos de 38,9 milhões de euros verificados no mesmo período de 2021.
Comentários