PremiumMedidas do Governo chegam tarde para controlar Ómicron

Variante detetada na África Austral tem atirado os números diários de Covid-19 em Portugal para sucessivos máximos. Governo antecipa “recorde de novos casos já nos próximos dias”.

Câmara Municipal de Lisboa

Embora as medidas de contenção decretadas pelo Governo tenham como objetivo colmatar o crescimento de novos casos de Covid-19, os boletins diários da Direção-Geral de Saúde (DGS) sugerem que as medidas vieram tarde e que esse aumento já se verifica.

Portugal voltou a atingir novos máximos de casos positivos nesta quinta-feira, ao registar mais 10.549 infeções. A última vez que se chegara a esse patamar foi a 26 de janeiro, altura em que se contabilizaram 10.765 diagnósticos positivos e se assistia a um pico de mortes. Nesse dia morreram 291 pessoas, enquanto ontem a Covid-19 fez mais 17 vitimas mortais.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

JE Talks: Troféus CCILF. Assista esta sexta-feira às 15h00

Na JE Talks desta semana vamos analisar a evolução do investimento das empresas francesas em Portugal (e vice-versa). Assista à conversa em direto na sexta-feira, 7 de outubro, às 15h00, na JE TV.

OE2023: “É insano pretender que a política orçamental seja a salvadora de todos”, diz coordenador da UTAO

Em entrevista à Lusa, Rui Nuno Baleiras, coordenador da Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO), defende que a política orçamental não pode anular o efeito da política monetária, sob pena de agravar as condições futuras.

OE2023: Municípios exigem “cumprimento rigoroso” da Lei das Finanças Locais

Em declarações à agência Lusa, o vice-presidente do Conselho Diretivo da ANMP Ribau Esteves recordou que o “acordo de compromisso” firmado com o Governo envolve um conjunto de medidas nas áreas da Educação e da Saúde.
Comentários