Melhores salários, educação e acesso à habitação são cruciais para fixar jovens na Madeira, diz PS

Na reunião plenária de quinta-feira, 31 de março, o deputado socialista enumerou diversas medidas que, a seu ver, têm que ser reforçadas para combater o despovoamento e a baixa natalidade na região e, desse modo, responder ao desafio da coesão territorial.

O deputado do PS Pedro Calaça urgiu, na Assembleia Legislativa da Madeira, para a importância de garantir melhores salários e educação, bem como facilitar o acesso à habitação junto aos jovens e, assim, fixar os jovens na região.

Na reunião plenária de quinta-feira, 31 de março, o deputado socialista enumerou diversas medidas que, a seu ver, têm que ser reforçadas para combater o despovoamento e a baixa natalidade na região e, desse modo, responder ao desafio da coesão territorial.

No âmbito do emprego, Pedro Calaça deu ênfase a duas prioridades: a obtenção de um posto de trabalho e o salário desse mesmo trabalho. Assim, o deputado considera que é fulcral fomentar o investimento privado, para as empresas poderem pagar melhores salários aos trabalhadores, bem como apostar na formação constante e qualificação dos trabalhadores nas empresas.

Na educação, o deputado destacou a importância de promover a cidadania participativa junto aos jovens para credibilizar a política nas escolas, bem como dotar estas instituições de mais autonomia administrativa.

Na área da habitação, Pedro Calaça afirmou que a oportunidade de adquirir casa é um fator crucial para a emancipação dos jovens, bem como a promoção do aumento dos indicadores de natalidade. Deste modo, destacou a importância de reforçar as medidas do Instituto da Habitação para fornecer residências a custos controlados junto aos casais mais jovens.

Recomendadas

Zona oeste do Funchal vai ter 1.900 novas habitações nos próximos quatro anos

A revelação foi feita pelo Presidente da Câmara Municipal do Funchal, Pedro Calado, na inauguração das instalações da “ZOME Madeira”, marca que substitui a “7M Real Estate” no mercado imobiliário regional.

Despesa do Governo Regional da Madeira aumenta 3,5% e receita sobe 5,9%

O Governo Regional atribui o aumento da receita à “evolução ascendente evidenciada essencialmente pela componente fiscal”, que ascendeu 9,1% (ou +26,3 milhões de euros), devido à recuperação evidenciada este ano após a pandemia.

Praia da Doca do Cavacas interdita a banhos

A interdição, que vai durar pelo menos até sexta-feira, deve-se à deteção de poluição nas águas do mar. A praia vai continuar aberta ao público mas condicionada à não utilização para banhos.
Comentários