Mensagens instantâneas. Google abre guerra ao Facebook

A Google foi relegada no âmbito das mensagens instantâneas, onde lançou iniciativas como o Hangouts ou o Messenger


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031
A Google está a desenvolver uma nova aplicação de mensagens instantâneas que irá utilizar tecnologia de inteligência artificial para diferenciar-se de serviços WhatsApp ou Messenger, ambos do Facebook.
Segundo o The Wall Street Journal, a aplicação permitirá muito mais que comunicar com outros utilizadores. Além disso, a Google utilizará a inteligência artificial para responder a perguntas efetuadas pelos utilizadores. Estes assistentes inteligentes (chatbots) darão resposta desde a aplicação de mensagens sem necessidade de que o utilizador abra o browser.

A Google foi relegada no âmbito das mensagens instantâneas, onde lançou iniciativas como o Hangouts ou o Messenger.
As aplicações de mensagens instantâneas encontram-se entre as mais populares, com mais de dois mil milhões de utilizadores em todo o mundo, segundo os dados da Portio Research.

O ranking é liderado pelo WhatsApp (com mais de 900 milhões de usuários mundiais) e Facebook Messenger (mais de 700 milhões de utilizadores) e a chinesa WeChat (supera os 600 milhões de utilizadores únicos).

OJE

Recomendadas

Topo da Agenda: o que não pode perder nos mercados e na economia esta semana

A semana arranca com os mercados a reagir aos resultados eleitorais em Itália. Esta segunda-feira, Christine Lagarde fala no Parlamento Europeu e, por cá, o Instituto Nacional de Estatística divulga as tábuas da mortalidade em Portugal, referentes ao período pandémico. Conheça a agenda da semana.

Digi e Cellnex celebram acordo para instalação de rede 5G em Portugal

Esta é a primeira informação oficial a surgir depois de a Digi ter investido mais de 67 milhões de euros na compra de licenças 5G no leilão da Anacom.

Mastercard quer oferecer soluções tecnológicas de pagamento que incluam criptomoedas

A Economista Responsável pelos Mercados da Europa, Médio-Oriente e África no Instituto Económico da Mastercard, Natalia Lechmanova, mostrou como os hábitos dos consumidores estão a alterar-se nas economias ocidentais, onde “as pessoas estão a dar cada vez mais prioridade às experiências e menos a “coisas”.