Mercado automóvel cresce 1,8% entre janeiro e novembro, mas muito longe dos números pré-pandemia

Dados da ACAP revelam que em termos globais, o mercado automóvel regista um crescimento de 1,8% entre janeiro a novembro de 2022, face a igual período do ano anterior. De referir que 11,1% dos veículos ligeiros de passageiros novos são elétricos (BEV).

Foram colocados em circulação 166.935 novos veículos, entre janeiro e novembro deste ano, o que representa um acréscimo de 1,8% relativamente ao mesmo período do ano anterior, revelam dados da ACAP – Associação Automóvel de Portugal. Em comparação com o mesmo período de 2019, observa-se uma diminuição de 31,9%.

No período em apreço, as matrículas de veículos ligeiros de passageiros totalizaram 141.552 unidades, o que se traduz numa variação positiva de 5,6% face ao período homólogo de 2021. Em comparação com janeiro a novembro do ano de 2019, o mercado regista um decréscimo de 31,3%.

No caso dos veículos ligeiros de passageiros movidos a energias alternativas, a ACP revela que 40,1% dos veículos ligeiros de passageiros matriculados novos eram movidos a outros tipos de energia, nomeadamente elétricos e híbridos. Em particular, verifica-se que 11,1% nos veículos ligeiros de passageiros novos são elétricos.

Ainda segundo os dados da ACP, nos veículos ligeiros de mercadorias, em termos acumulados, o mercado atingiu 20.489 unidades, o que traduz um decréscimo de 19,7% face ao mesmo mês do ano de 2021 e uma queda de 39,6% em comparação com o mesmo período de 2019.

Já nos veículos pesados, em termos acumulados, de janeiro a novembro de 2022, as matrículas desta categoria totalizaram 4.894 unidades, o que representa um aumento do mercado de 11,1% comparativamente ao mesmo período de 2021, mas uma queda de 4,8% quando comparado com o mesmo período de 2019.

Recomendadas

Terminal de carga e granéis de Leixões bate recorde de toneladas em 2022

O terminal aponta como previsão “manter este ritmo de crescimento, tendo recentemente investido em novos equipamentos portuários e no aumento da sua capacidade de armazenagem, permitindo continuar a aumentar a sua capacidade de movimentação de cargas em terminal”, segundo o grupo ETE.

Grupo CaixaBank reforça participação na Sonae SGPS para 5%

Em comunicado ao mercado a Sonae SGPS deu conta que a Critéria Caixa a informou, esta terça-feira, que reforçou a participação acionista de 2,001% para 5,001%.

Ligações ferroviárias de Lisboa a Corunha e Madrid entre projetos apoiados pela UE

O executivo comunitário anunciou hoje que escolheu 10 projetos-piloto que apoiará para estabelecer novos serviços ferroviários ou melhorar os já existentes, apontando que, no seu conjunto, “irão melhorar as ligações ferroviárias transfronteiriças em toda a União Europeia, tornando-as mais rápidas, mais frequentes e mais acessíveis”.
Comentários