Mercado Automóvel em Portugal cai 34,7% até setembro

Apesar do mercado automóvel ter caído entre janeiro e setembro, foram matriculados mais 12,8% automóveis no mês passado do que em período homólogo de 2021.

A Associação Automóvel de Portugal (ACAP) informou, esta segunda-feira, que o mercado automóvel recuou 34,7% nos primeiros nove meses de 2022.

Em comunicado a ACAP explica que “em termos globais, de Janeiro a Setembro de 2022, o mercado registou uma diminuição de 1,3 por cento face a igual período de 2021”. Entre Janeiro e Setembro de 2022 foram colocados em circulação pelos responsáveis legais de marca (ROM) 134.804 veículos novos, com primeira matrícula nacional, o que representou uma diminuição de 1,3% relativamente a 2021.

Por outro lado, só no mês de Setembro de 2022 “foram matriculados pelos representantes legais de marca a operar em Portugal, 14.711 veículos automóveis, ou seja, mais 12,8% do que em igual mês de 2021”, aponta a associação.

Por categorias, foram matriculados em Portugal 12.469 Automóveis Ligeiros de Passageiros, no mês de Setembro de 2022, o que representa um crescimento de mais 15,6% do que
no mesmo mês do ano anterior. Por acumulação, de janeiro a setembro, “as matrículas de veículos ligeiros de passageiros totalizaram 113.762 unidades, o que se traduziu numa variação positiva de 1,1 por cento relativamente a período homólogo de 2021″, avançou a ACAP.

Relativamente aos veículos ligeiros de passageiros movidos a energias alternativas, entre janeiro e setembro de 2022,” 39,7% dos veículos ligeiros de passageiros matriculados novos eram movidos a outros tipos de energia, nomeadamente elétricos e híbrido”, aponta a associação automóvel.

Quanto aos Veículos Ligeiros de Mercadorias, a ACAP indica que “em termos acumulados, nos primeiros nove meses do ano, o mercado situou-se nas 16.947 unidades, o que representou um decréscimo de 17,4% face ao ano de 2021”.

Nos Veículos Pesados, “de Janeiro a Setembro de 2022, as matrículas desta categoria totalizaram 4.095 unidades, o que representou um crescimento do mercado de 15,7 por
cento relativamente ao ano anterior”, referiu a associação.

 

Recomendadas

Lagarde avisa que taxas de juro vão continuar a subir

Dados da inflação na zona euro em novembro vão ser conhecidos esta semana. BCE reúne-se em meados de dezembro.

Cáritas já recebe pedidos de quem não consegue pagar empréstimo da casa

“O pânico foi imediato. O receio das pessoas, a angústia com que se aproximavam de nós a dizer ‘ai, se eu perco a minha casa’. É que nós tivemos uma crise em que houve muita gente a perder a casa; é recente ainda, está na memória das pessoas – 2008”, afirmou Rita Valadas.

Expectativas de exportação na Alemanha aumentam em novembro, diz Ifo

Depois de uma queda no mês anterior, a indústria automóvel volta a ter expectativa de crescimento nas exportações.
Comentários