Merlin Properties fechou o semestre com resultado operacional de 157 milhões

A Merlin explica que com a venda da carteira de imóveis do BBVA, reduziu consideravelmente o nível de endividamento para situar-se em 27,4% (30,4% após o dividendo extraordinário).

A espanhola Merlin Properties, que está na corrida à compra do edifício sede do Novobanco, anunciou que fechou o primeiro semestre de 2022 com uma faturação total de 226,6 milhões de euros (incluindo rendas brutas de 222,6 milhões), um EBITDA de 165,8 milhões, um resultado operacional de 157,5 milhões (34 cêntimos por ação) e um impacto contabilístico de 491,6 milhões.

“O valor bruto dos ativos (GAV) situa-se em 11.390 milhões de euros com um ligeiro crescimento em termos comparáveis Like for Like (+1,2%), impulsionado principalmente pela logística (+3,6%). O valor líquido dos ativos ascende a 8.035 milhões de euros (17,10 euros por ação), com um incremento de 10,0% face ao primeiro semestre do ano 2021”, refere a promotora imobiliária.

A Merlin explica que com a venda da carteira de imóveis do BBVA, reduz consideravelmente o nível de endividamento para situar-se em 27,4% (30,4% após o dividendo extraordinário), após o reembolso de 2.068 milhões de euros de dívida bruta entre os quais se incluem 670 milhões do crédito hipotecário da carteira do BBVA, 850 milhões de dívida sindicada e 548 milhões do cancelamento da emissão de dívida de 2022.

Além disso, explica, 100% da dívida é a taxa fixa, 98% da mesma é sem garantia hipotecaria e a Empresa tem uma posição de liquidez de 1,773 milhões de euros.

Adicionalmente, 100% dos instrumentos de dívida emitidos foram convertidos em obrigações verdes. “Esta situação financeira permite enfrentar tempos conturbados com relativa tranquilidade”, assegura a Merlin.

“Como consequência da venda da carteira do BBVA, a 18 de agosto será distribuído um dividendo extraordinário de 75 cêntimos por ação. Além disso, tendo em vista o dividendo ordinário, revimos a nossa estimativa para 2022 de 40 cêntimos para 42 cêntimos por ação, sujeito a decisão e aprovação por parte do Conselho de Administração da empresa”, acrescenta.

O valor bruto dos ativos (Gross Asset Value ou GAV) da Merlin ascende a 11.390 milhões a 30 de junho de 2022, segundo as avaliações realizadas pela Savills, CBRE e JLL, o que representa um crescimento em termos comparáveis (+1,2%) face a dezembro de 2021. Por categorias de ativos, destaca-se a carteira de logística (+3,6%) com escritórios(+1,2%) e centros comerciais (-0,4%) mantendo-se estáveis.

O valor líquido dos ativos ascende a 8.035 milhões de euros “com um sólido crescimento de 10,0% face a junho de 2021”.

Recomendadas

Supremo decide a favor de sindicato e TAP terá de pagar 50 milhões

O Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) confirmou esta sexta-feira que foi notificado pelo Supremo Tribunal de Justiça (STJ), que decidiu a seu favor numa ação judicial que custará mais de 50 milhões de euros à TAP.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta sexta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta sexta-feira.

Escassez de trabalhadores no turismo? AHRESP apresenta nove medidas para resolver o problema

Desde a criação de estratégias criativas para atrair e reter profissionais à elaboração de um ‘Livro Verde do Mercado do Trabalho HORECA’, conheça as medidas apresentadas pela Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal.
Comentários