Metro de Lisboa mantém horário na passagem de ano, Carris com horário de verão

O Metro de Lisboa vai manter o horário habitual na noite de passagem de ano, circulando com composições de seis carruagens, enquanto a Carris irá operar em horário de verão.

Em comunicado, o Metropolitano de Lisboa referiu hoje que irá manter o “seu horário habitual de exploração”, encerrando o serviço às 01:00 na noite de 31 de dezembro para 01 de janeiro e recomeçando a operar às 06:30 de dia 01.

A empresa informou ainda que na noite de 31 de dezembro circulará com composições de seis carruagens em todas as linhas até às 01:00, hora de encerramento ao público.

Na noite de Natal, de 24 para 25 de dezembro, o Metro de Lisboa alterou os seus horários devido à redução da procura que habitualmente se verifica nesta época, tendo encerrado as estações terminais pelas 22:00.

A Carris anunciou também na sua página na internet alterações ao serviço entre 24 de dezembro e 07 de janeiro.

No dia 31 de dezembro, véspera de Ano Novo, os autocarros vão funcionar com o horário de dia útil de verão e a Rede da Madrugada irá funcionar normalmente na noite da passagem de ano.

Já no dia 01 de janeiro, os autocarros estarão com horário de feriado de agosto e algumas carreiras vão funcionar com horário especial.

Recomendadas

José Luís Carneiro: Tráfico de imigrantes é “problema estrutural” e polícia intervém porque sociedade “falha”

“Não é um problema novo, é um problema estrutural”, em termos internacionais, afirmou hoje aos jornalistas o governante, no Comando Territorial de Évora da GNR, onde presidiu à inauguração do Espaço “Maria e António”, a renovada sala dedicada ao atendimento à vítima.

Violência doméstica. APAV junta-se à hamburgueria A-100 em ação de sensibilização

A hamburgueria compromete-se a doar à APAV um euro por cada sobremesa vendida esta sexta-feira e vai iniciar uma angariação de fundos na sua página de Instagram até ao final do ano, com o dinheiro a reverter a favor da associação.

Crime de violência doméstica representa metade das medidas de vigilância eletrónica

Entre 2.224 solicitações de vigilância através de pulseira eletrónica recebidas pela DGRSP de janeiro a outubro deste ano, 1.126 ocorreram no âmbito do crime de violência doméstica, correspondendo a 50,63% do total.
Comentários