Miguel Albuquerque apela ao cumprimento de restrições no dia em que a Madeira recebe as vacinas Covid-19

O presidente da Região Autónoma da Madeira explicou que vai manter o estado de emergência e pediu aos cidadãos para manterem as regras de “distanciamento social, higienização e de não concentração”.

Cristina Bernardo

O presidente da Região Autónoma da Madeira (RAM), Miguel Albuquerque pediu que a população da região cumprisse as normas de segurança na noite de fim de ano, no dia em que o Hospital Nélio Mendonça, no Funchal recebeu as primeiras doses da vacina contra a Covid-19.

“Relativamente aos procedimentos profiláticos e às medidas preventivas que estão em vigor, o estado de emergência vai ser renovado e nesse sentido queria fazer um apelo, hoje a todos os nosso concidadãos, no sentido de cumprirem as regras de distanciamento social, de higienização, de não concentração e evitar ao máximo no fim do ano as concentrações de pessoas”, apelou Miguel Albuquerque.

O presidente da RAM explicou que “para deixar as coisas muito claras, não há transmissão comunitária na madeira”. “Temos um aumento de cadeias ativas, passou de 48 para 51, essas 51 cadeias corresponde a uma subida, mas era expectável dado o número de convívios familiares e alargados e de outra natureza que iam acontecer inevitavelmente no mês de Natal”, frisou Miguel Albuquerque sublinhando que “o número de casos tem subido também como era expectável”.

A vacina contra a Covid-19 chegou esta quinta-feira, 31 de dezembro à Madeira, ao Hospital Nélio Mendonça, no Funchal. A 21 de dezembro, Miguel Albuquerque, que a Madeira recebesse as primeiras 9.750 vacinas na primeira semana de janeiro.

 

 

 

Relacionadas

Vacina contra a Covid-19 chega à Madeira

As vacinas, transportadas pela LONGISULAR, encontram-se no Hospital Doutor Nélio Mendonça no Funchal. O processo para a transportação das mesmas iniciou-se a 15 de dezembro.
Recomendadas

Madeira promove conferências sobre património cultural imaterial da região

A primeira conferência dará mote ao tema “Património Cultural Imaterial: Conceitos, Domínios e Inventário”. A segunda conferência é intitulada “Ter começado é meio caminho andado”, e aborda o papel da Secretaria Regional de Turismo na preservação deste património.

Funchal já aprovou 160 mil euros dos apoios municipais “Alavancar” e “Re-Abrir”

No total, são 500 mil euros disponíveis, a fundo perdido, dos quais 32% estão aprovados.

Um senhorio pode aumentar a renda em mais de 50%? Saiba aqui

O aumento da renda da casa é uma das preocupações mais comuns e que, na verdade, resulta da subida da inflação. Mas, apesar de haver algumas exceções, dependendo de contrato para contrato, os senhorios têm de respeitar algumas regras para proceder ao aumento da renda.
Comentários