Milhares manifestam-se em Paris por direitos iguais para prisioneiros bascos

Vários milhares de pessoas manifestaram-se, este sábado, em Paris após o apelo feito por organizações e representantes eleitos do País Basco, Espanha, a fim de exigir “o fim do regime excecional para os prisioneiros bascos”.

Vários milhares de pessoas manifestaram-se, este sábado, em Paris após o apelo feito por organizações e representantes eleitos do País Basco, Espanha, a fim de exigir “o fim do regime excecional para os prisioneiros bascos”, avança a agência Lusa.

Segundo um jornalista da agência de notícias francesa France Press, os manifestantes exigem a transferência de 62 pessoas detidas por delitos ou crimes relacionados com o terrorismo basco.

“É pedido que o Direito comum seja aplicado aos detidos bascos. Por que é que os prisioneiros bascos não gozam dos mesmos direitos que outros prisioneiros?”, questionou o autarca de Bayonne (cidade do sul de França), Jean-René Etchegaray, também presidente da comunidade do País Basco, em França.

O responsável estimou em “mais de 10.000” o número de participantes no protesto na capital francesa.

Recomendadas

Ucrânia: Cruz Vermelha teve acesso aos prisioneiros de guerra ucranianos e russos

“Na semana passada, o CICV efetuou uma visita de dois dias aos prisioneiros de guerra ucranianos. Outra visita está a decorrer esta semana”, refere o Comité Internacional da Cruz Vermelha numa declaração feita esta quinta-feira.

Irão: Regime anuncia primeira execução de prisioneiro detido nos protestos

A agência de notícias Mizan, detida pelo sistema judicial do Irão, avançou a execução de Mohsen Shekari, acusado de bloquear uma rua e ferir um militante islâmico com uma catana na capital, Teerão.

Humanidade só se salva se defender o planeta Terra e a biodiversidade- Guterres

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, afirmou hoje que a única saída para salvar a Humanidade é “investir no planeta Terra” e deter a perda de biodiversidade.
Comentários