Millennium Gestão de Activos passa a IM Gestão de Ativos

Rebranding após a aquisição da empresa pelo Grupo CIMD


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

A Millennium Gestão de Activos apresentou uma nova designação social e um novo logotipo. Na sequência da sua aquisição pelo Grupo CIMD, o processo de rebranding representa a evolução da sociedade gestora independente bem como a sua visão para o futuro.

Desde a sua fundação, em 1989, a IM Gestão de Ativos (IMGA) tem sido reconhecida como um dos líderes na indústria de gestão de ativos nacional, sustentando a sua política de investimento num processo criterioso e disciplinado. A excelência e consistência da performance dos seus fundos de investimento e a filosofia de inovação que desde sempre a caracterizou têm sido os pilares estratégicos da sociedade, traduzindo-se no reconhecimento e confiança dos seus Clientes bem como nos inúmeros prémios recebidos ao longo dos anos.

A IMGA conta com um volume de ativos sob gestão de 1.511 milhões de euros e comercializa os seus 18 fundos através do maior banco privado português, Millennium bcp e o Activobank. A abrangência da sua oferta, permite-lhe responder às diferentes necessidades e perfil de risco dos seus Clientes. Num olhar sobre o futuro, a IMGA assume o compromisso de crescimento e liderança nos diferentes mercados em que atua.

OJE

Recomendadas

Banco de Fomento lança consulta pública para dois novos Programas de co-investimento em PME

Estando ainda disponível o montante de 475 milhões de euros para lançar novos Programas, “o BPF convida as empresas e todos os interessados a participar na consulta pública acerca de futuras soluções de capital e quase capital, com o objetivo de obter contributos sobre as condições de dois Instrumentos Financeiros pré-estruturados destinados a fomentar a constituição de empresas e/ou capitalização empresarial”, revela o banco liderado por Ana Carvalho.

Premium“Somos a ótica das pessoas e que traz o know how francês”, diz CEO do grupo MonOpticien

Em entrevista ao JE, o CEO do grupo MonOpticien, Florent Carriére, explica o modelo de subscrição que traz para Portugal. “O meu concorrente não é a Multióticas, é a a Netflix e o Spotify”, sublinha.

Bancos da zona euro devolvem antecipadamente 447,5 mil milhões ao BCE

Este montante vem juntar-se aos quase 300 mil milhões de euros que foram reembolsados antecipadamente em 23 de novembro.