Minipreço diz que lança o primeiro saco de plástico que protege os oceanos, mas é virtual

A cadeia de supermercados Minipreço, no sentido de alertar para a imprescindibilidade de reduzir o consumo de plástico, nomeadamente sacos e descartáveis, diz que foi criado “um saco de plástico virtual que, ao invés de prejudicar a natureza, auxilia na sua preservação através de donativos”.

A cadeia de supermercados Minipreço, no sentido de alertar para a imprescindibilidade de reduzir o consumo de plástico, nomeadamente sacos e descartáveis, diz que foi criado “um saco de plástico virtual que, ao invés de prejudicar a natureza, auxilia na sua preservação através de donativos”.

O novo “saco virtual” que pode ser adquirido no Minipreço Online tem um valor simbólico que é revertido na totalidade para a Route Portugal sendo utilizado em projetos de preservação dos oceanos.

“O Minipreço procura gerir, proativamente, os desafios ambientais com medidas que visam a sustentabilidade das matérias-primas e a redução do impacto da operação nas alterações climáticas e na geração de resíduos”. refere a cadeia de supermercados.

“O Saco Virtual é assim, o primeiro saco de plástico que protege os oceanos de duas maneiras: primeiro, por ser virtual, não polui” e segundo, porque a totalidade do valor angariado com a venda” dos sacos é doada à Route Portugal e será utilizada em projetos de preservação dos oceanos. Este donativo pode ser feito diretamente no Minipreço Online, através de PayPal ou de cartão de crédito ou débito, por um valor à escolha. Para além disso, poderá ser agendada uma doação mensal que poderá ser cancelada ou alterada a qualquer momento”, lê-se no comunicado.

“Para gerir o impacto da nossa operação nas alterações climáticas, caracterizámos em pormenor a pegada de carbono associada ao nosso negócio e, sempre que possível, a outros elos da cadeia de valor”, diz Ricardo Torres Assunção, Diretor de Marketing e Comunicação da Dia Portugal.

“A operação online do Minipreço já é caracterizada por ter sacos de papel em todas as entregas que fazemos e esta nova campanha está, uma vez mais, alinhada com os pilares de transformação que temos em curso na Dia Portugal e que integram o nosso Plano de Sustentabilidade para o período de 2021-2023 com que continuamos fortemente comprometidos.’’, conclui.

Recomendadas

Auchan “congela” preços de bens essenciais e reforça incentivo à poupança

Produtos como ovos e lacticínios, peixe fresco, carne, congelados, fruta, legumes e pão, são os principais artigos a integrar este cabaz, que é diferente todos os meses e tem, não só, produtos de marca própria, mas também produtos de fornecedor.

Vendas da Jerónimo Martins sobem 21,5% para 25 mil milhões de euros em 2022

As vendas do grupo Jerónimo Martins subiram 21,5% para 25.400 milhões de euros em 2022, sendo que, em Portugal, as vendas do Pingo Doce aumentaram 11,2% para 4.500 milhões de euros, foi hoje comunicado ao mercado.

CTT lançam aplicação para pedir senhas e evitar filas de espera

Através da nova ‘app’ será também possível alterar o local de entrega de uma encomenda ou pagar portagens em atraso.
Comentários