Ministra alerta para “práticas de integração humilhantes e abusivas” em carta para a comunidade académica (com áudio)

De forma a que haja uma melhor integração dos novos estudantes, o Executivo de António Costa vai ainda lançar “apoios à realização de atividades alternativas às praxes académicas, incentivando a criação de novas iniciativas de acolhimento centradas no desporto, na cultura e ciência”. 

O próximo ano letivo está à porta e a ministra da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES) enviou aos dirigentes das associações e federações de estudantes e aos dirigentes das instituições de ensino superior uma carta na qual “sensibiliza e mobiliza a comunidade académica para o combate a práticas de integração humilhantes e abusivas”.

“O novo ano letivo está prestes a começar. Esse começo implica a chegada de novos estudantes às nossas instituições de ensino superior e isso deve ser encarado, por todos nós, com entusiasmo e com uma oportunidade para criar um ambiente académico inclusivo, inspirador e seguro”, sublinha a governante em comunicado.

Para o Governo, “a receção e a integração de novos estudantes não podem assentar em práticas de integração humilhantes e abusivas, mas em atividades de integração que promovam o que de melhor têm as nossas instituições – a promoção do conhecimento, da ciência, da cultura e da cidadania”.

A ministra da Ciência diz também que “a evolução recente tem demonstrado uma redução do número de denúncias relativas à realização de atividades de praxe violentas e abusivas, para o qual tem certamente contribuído o esforço das associações de estudantes”.

De forma a que haja uma melhor integração dos novos estudantes o executivo de Costa vai ainda lançar “apoios à realização de atividades alternativas às praxes académicas, incentivando a criação de novas iniciativas de acolhimento centradas no desporto, na cultura e ciência”.

“Este programa reforçará o apoio à promoção da inovação pedagógica, que vem sendo assumida de forma crescente pelas instituições de ensino superior, e que conheceu este ano um impulso significativo com o programa Skills, através do qual foram apoiadas 24 instituições com um financiamento de cerca de 16 milhões para projetos de inovação pedagógica no ensino superior”, aponta.

De recordar que há oito anos, no âmbito da praxe, sete jovens universitários foram engolidos por uma onda no Meco e apenas um sobreviveu. Mais recentemente, em maio deste ano, oito estudantes da Universidade da Beira Interior foram a julgamento por atos abusivos durante a praxe contra dois caloiros.

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta segunda-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta segunda-feira.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta sexta-feira, 23 de setembro

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcaram o dia informativo desta sexta-feira.

PremiumApoio à formação vai cobrir parte dos custos salariais

Em resposta à inflação, o Governo anunciou, entre outras medidas, um apoio para a formação dos trabalhadores nas horas vazias. Custos salariais serão parcialmente cobertos, aliviando os encargos das empresas, revela João Neves.
Comentários