Ministra da Agricultura: modernização do aproveitamento hidroagrícola de Sabariz-Cabanelas contribui para “uma agricultura mais sustentável”

A captação para a Estação Elevatória de Cabanelas, que alimentará a rede de rega actualmente em construção, será feita no rio Cávado, aproveitando o plano de água criado por um açude, já existente.

A ministra da Agricultura, Maria do Céu Albuquerque, participou no dia 13 de Dezembro, na cerimónia de Consignação da Empreitada de Construção da Estação Elevatória de Cabanelas. Segundo o membro do Governo, o projecto de Modernização do Aproveitamento Hidroagrícola de Sabariz-Cabanelas, inserido no Programa Nacional de Regadios (PNR), “é mais um passo no reforço de uma agricultura ainda mais sustentável, ainda mais competitiva e ainda mais inovadora”.

Maria do Céu Albuquerque afirmou que “o regadio é uma ferramenta crucial no reforço do carácter sustentável, eficiente e produtivo da nossa agricultura, nomeadamente num contexto marcado pelos efeitos das alterações climáticas, bem visíveis já no presente e cuja dimensão futura pode ser difícil de imaginar se nada for feito”.

Pode continuar a ler o artigo aqui.

Recomendadas

Confederações agrícolas unem-se contra extinção das direções regionais do sector

Em comunicado conjunto enviado esta quarta-feira às redações, AJAP, CAP, CNA e Confagri referem que o entendimento “unânime” é de que a decisão é “altamente lesiva” para o sector agrícola. No documento, apela-se a que o Governo volte atrás na decisão, de forma imediata e inequívoca.

Novo regulamento para a descarbonização do transporte marítimo já entrou em vigor

As alterações em causa, que visam a prevenção da poluição atmosférica por navios, dizem respeito ao Anexo VI da Convenção Internacional para a Prevenção da Poluição por Navio (MARPOL). Medidas entraram em vigor no dia 1 de novembro.

Expo Fish regressa a Portugal na próxima semana para promover as atividades ligadas ao mar

Está confirmada a presença de pelo menos 75 empresas, provenientes de 37 mercados internacionais. Foram solicitadas mais de 175 reuniões, segundo informa a organização em comunicado.
Comentários