Ministra do Trabalho testa positivo para a Covid-19 e falha audição sobre OE (com áudio)

A ministra do Trabalho testou positivo para a Covid-19 e, portanto, não conseguiu estar presente na audição parlamentar sobre a proposta de Orçamento do Estado.

Ana Mendes Godinho, Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social. Foto: Cristina Bernardo

A ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho, testou positivo para a Covid-19, tendo faltado, por isso, à audição parlamentar sobre a proposta de Orçamento do Estado, que estava agendada para esta sexta-feira, dia 13 de maio.

“A senhora ministra testou positivo para a Covid-19 e, portanto, não pode, como gostaria estar aqui presente”, informou o secretário de Estado da Segurança Social, Gabriel Bastos, na sua intervenção inicial no Parlamento.

Ana Mendes Godinho já tinha estado infetada com o vírus pandémico em janeiro de 2021, tendo registado, na altura, “sintomas ligeiros”.

Portugal ultrapassou no início da semana a barreira dos 20 mil novos casos diários, segundo os dados divulgados recentemente.

Recomendadas

Afinal, que soluções existem para as empresas?

O Banco Português de Fomento lançou no início do ano os dois primeiros programas para apoiar a solvabilidade do tecido empresarial português. A banca está focada em aconselhar e montar as operações.

Casas mais “verdes” e ajustadas ao bolso português

Especialistas do sector imobiliário defendem uma recuperação do parque habitacional que está envelhecido e que por isso consome demasiada energia e pedem uma maior facilidade nos licenciamentos para a aprovação de projetos.

Candidaturas selecionadas para o Consolidar conhecidas em julho

Os programas Recapitalização Estratégica e Consolidar têm gerado grande interesse, diz a presidente da comissão executiva do Banco Português de Fomento, Beatriz Freitas, ao Jornal Económico.
Comentários