MK Premium adquire dois edifícios na região do Porto por 1,1 milhões de euros

A empresa espanhola comprou dois edifícios residenciais na zona da Ribeira e em Vila Nova de Gaia, que vão ser geridos como património. Aquisições permitem ao grupo fechar o ano com um volume de negócios superior a sete milhões de euros.

A MK Premium fez a aquisição de dois novos residenciais, por um valor de 1,1 milhões de euros, na região do Porto e que foram incorporados na sua carteira patrimonial. Estes dois prédios encontram-se em fase de estudo, já que a finalidade é recuperar o seu património arquitetónico, segundo revela a empresa em comunicado esta quarta-feira.

Um dos prédios fica no centro histórico do Porto, junto à Ribeira, na Rua de São Francisco, com uma área de 316 m2. O imóvel é composto por cinco pisos e agrega quatro apartamentos com aproximadamente 69 m2 e 62 m2, respetivamente. A operação ficou acordada por um valor total de 650 mil euros.

O segundo edifício fica em Vila Nova de Gaia na Rua Cândido dos Reis, e foi adquirido por um valor total de 500 mil euros. Este prédio tem 394 m2 e é composto por oito apartamentos. A empresa espanhola encerra o seu primeiro ano em Portugal com a compra de nove edifícios residenciais em Lisboa e no Porto, num investimento total superior a sete milhões de euros.

“Estas são as últimas aquisições da empresa no ano de 2018 e é muito especial que seja em Portugal, precisamente no ano em que abrimos os nossos primeiros escritórios internacionais no país luso vizinho. Estes dois últimos edifícios entram dentro da rota que a empresa irá desenvolver durante o próximo ano de 2019 para ampliar a nossa carteira patrimonial, antes do novo ciclo imobiliário que se avizinha”, refere Daniel Leiva, sócio fundador da MK Premium.

Recomendadas

Airbnb. Anfitriões em Lisboa ganharam mais de 11 milhões com a Web Summit desde 2016

O ano passado, um anfitrião típico em Lisboa ganhou em média 400 euros. Nos quatro dias do evento de tecnologia, que regressa à capital portuguesa no próximo mês, foram acolhidos 11 mil hóspedes.

JLL vende projeto para a construção de 514 novos apartamentos em Almada

O empreendimento está localizado no Feijó, na margem sul do Tejo, e tem uma capacidade de construção próxima de 51 mil metros quadrados, informa a própria JLL em comunicado.

Lisboa ultrapassa Madrid, Barcelona e Milão como cidade mais cara do sul da Europa (com áudio)

Em agosto de 2022, Lisboa apresentou um preço médio venda de 4.817 euros por metro quadrado, tendo registado o maior aumento, na casa dos 5,4%.
Comentários