Moeda de coleção “Conclusão 1522” entra em circulação a 5 de Maio

O Banco de Portugal vai colocar em circulação, na próxima quinta-feira, uma moeda de coleção designada “Conclusão 1522”. Esta faz parte da série comemorativa do “V Centenário da Viagem de Circum-Navegação de Fernão de Magalhães” e tem o valor facial de 7,50 euros, sendo feita em liga de prata. A distribuição ao público vai ser […]

O Banco de Portugal vai colocar em circulação, na próxima quinta-feira, uma moeda de coleção designada “Conclusão 1522”. Esta faz parte da série comemorativa do “V Centenário da Viagem de Circum-Navegação de Fernão de Magalhães” e tem o valor facial de 7,50 euros, sendo feita em liga de prata. A distribuição ao público vai ser feita pelas instituições de crédito e das tesourarias do Banco de Portugal.

O anverso apresenta:

  • No campo central, a representação do globo armilar, com a legenda “Sphera Mundi”;
  • Na orla da moeda, as legendas “2022 Portugal”, “Circum Navegação” e “1519-1522”;
  • No quadrante inferior esquerdo, o valor facial.

O reverso apresenta:

  • A representação da nau Victoria, o único barco a retornar a Espanha após dar a volta ao mundo, comandado por Juan Sebastián Elcano, após a morte de Fernão de Magalhães em 1521;
  • Na orla superior, a legenda “Fernão.de.Magalhães”;
  • Na orla inferior, as legendas “Conclusão por Elcano”, “1522”, “INCM” e a indicação do autor.

Foi definido o limite de emissão de 50 mil moedas com acabamento normal. A sua compra pode ser efetuada exclusivamente nos balcões de tesouraria do Banco de Portugal, não sendo possível fazer reservas.

As caraterísticas desta moeda foram aprovadas pela Portaria n.º 13/2019, publicada no Diário da República, 1.ª série – N.º10, de 15 de janeiro.

 

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.

Fórum Seguros: “Dinheiro gerado deve ser investido em fundos que contribuem para a neutralidade carbónica”

Sofia Santos sublinhou o papel que as seguradoras têm, tendo em conta os riscos de transição, para ajudar os seus clientes a incorporar os riscos climáticos através dos produtos apresentados.

Preços na produção industrial aumentaram mais de 24%

Segundo o INE, o resultado deveu-se à “evolução dos preços da Energia e dos Bens Intermédios”.
Comentários