Moneris junta-se à EY para avaliar Efacec

A consultora liderada por Rui Almeida vai, juntamente com a EY, decidir qual será o montante da indeminização que o Estado terá de pagar pela nacionalização.

A Moneris e a segunda entidade escolhida para avaliar a Efacec, juntamente com a consultora EY, apurou o jornal Eco. Será com base na avaliação destas duas entidades que será definido o valor de uma eventual indemnização a pagar pelo Estado por causa da nacionalização parcial da empresa decidia em julho.

A Moneris é uma empresa de consultoria liderada pelo gestor Rui Almeida. Além da Moreris e da YE, foram ainda contratados para o processo de reprivatização a Haitong Bank e a firma de advogados SRS.

Quando a nacionalização foi decidida – sobre as ações que estavam nas mãos da empresária angolana Isabel dos Santos – o ministro da Economia, Siza Vieira, referiu que o Estado deveria pagar uma indemnização, mas ainda sem saber a quem.

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta sexta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta sexta-feira.

PremiumOs oito riscos e incertezas que marcam o próximo Orçamento

Nas vésperas da apresentação do OE2023, antecipa-se um documento marcado pelo ambiente de incerteza, pressões inflacionistas e o risco de recessão.

Perspetivas de aumento das exportações das empresas este ano revistas em alta para 15,6%

As empresas perspetivam aumentar em 15,6% as exportações de bens este ano face a 2021, segundo um inquérito divulgado hoje pelo INE, que revê em alta de 9,1 pontos percentuais a primeira previsão efetuada em novembro passado.
Comentários