Montepio coloca 200 milhões no mercado internacional

A Caixa Económica Montepio Geral (CEMG) completou em 30 de outubro de 2015 a primeira tranche do Programa de Desalavancagem de Ativos Não Estratégicos no valor de 200,8 milhões de euros, concretizada no mercado internacional, avança a organização em comunicado. Deste modo, a CEMG está a executar o seu Plano Estratégico, que se consiste num Programa de Desalavancagem de […]


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

A Caixa Económica Montepio Geral (CEMG) completou em 30 de outubro de 2015 a primeira tranche do Programa de Desalavancagem de Ativos Não Estratégicos no valor de 200,8 milhões de euros, concretizada no mercado internacional, avança a organização em comunicado.

Deste modo, a CEMG está a executar o seu Plano Estratégico, que se consiste num Programa de Desalavancagem de Activos Não Estratégicos, designadamente crédito e imóveis, até um montante máximo de 1.750 milhões de euros, nos termos do qual se planificaram e estabeleceram os termos e os calendários para as referidas vendas.

De acordo com o comunicado:

A Caixa Económica Montepio Geral (“CEMG”) aprovou um Programa de Desalavancagem de Activos Não Estratégicos, designadamente crédito e imóveis, até um montante máximo de € 1.750 milhões, nos termos do qual se planificaram e estabeleceram os termos e os calendários para as referidas vendas. Dando execução ao seu Plano Estratégico, a CEMG completou em 30 de Outubro de 2015 a primeira tranche deste Programa, no valor de € 200,8 milhões, concretizada no mercado internacional.

OJE

 

Recomendadas

AdC acusa Cabelte, Quintas e Quintas e Solidal de cartel em contratação pública lançada pela REN

AdC acusa as empresas fornecedoras de cabos de Muito Alta Tensão de acordo anticoncorrencial em procedimentos de contratação pública, num concurso lançado pela REN.

Ibersol com lucros de 14,6 milhões de euros até setembro

A Ibersol registou nos primeiros nove meses deste ano lucros consolidados de 14,6 milhões de euros, que comparam com prejuízos de mais de 20 milhões de euros no período homólogo.

Greve na CP e IP suprimiu 701 comboios até às 18h00

A greve dos trabalhadores da CP – Comboios de Portugal e da Infraestruturas de Portugal (IP) levou à supressão de 701 comboios da CP entre as 00h00 e as 18h00.