Moody’s subiu em dois níveis o rating do Novobanco e mantém perspetiva positiva

A subida de dois níveis de rating na classificação de crédito da Moody’s reflete “o melhor perfil de crédito do Novobanco como resultado da contínua redução do risco do balanço e da significativa reestruturação das operações nos últimos anos”, lê-se no comunicado do banco.

Cristina Bernardo/JE

A agência de rating Moody’s subiu em 2 notches o rating do Novobanco com perspetiva (outlook) positiva.

“É um sinal claro que o banco está a traçar o caminho da sua consolidação no mercado de capitais, depois de cinco trimestre consecutivos de resultados positivos”, diz o Novobanco.

Em comunicado ao mercado o banco liderado por António Ramalho revela que a Moody’s Investors Service subiu em dois níveis o rating da instituição financeira que nasceu das cinzas do BES.

Hoje, 21 de junho de 2022, a Moody’s subiu em 2 níveis o rating baseline credit assessment (BCA) do Novobanco, de caa1 para b2. Este rating mede a probabilidade de um banco necessitar de apoio para evitar o incumprimento para além do apoio fornecido pelos seus acionistas.

O outlook dos ratings dos depósitos e dívida sénior sem garantia a longo prazo (long-term deposit e da long-term senior unsecured debt) mantêm-se inalterados em positivo.

A subida de dois níveis de rating na classificação de crédito da Moody’s reflete “o melhor perfil de crédito do Novobanco como resultado da contínua redução do risco do balanço e da significativa reestruturação das operações nos últimos anos”, lê-se no comunicado do banco.

Na ação de ratings anunciada hoje, a Moody’s também considerou que “a apresentação do plano estratégico e o estabelecimento de objetivos financeiros pelo novobanco, bem como a confirmação de uma rentabilidade estável e consistente, ajudaram a dissipar algumas preocupações existentes sobre a viabilidade do negócio do Banco”.

A Moody’s subiu também as notações de ratings da dívida sénior sem garantia de longo prazo (long-term senior unsecured debt) do banco de Caa2 para B3, e dos depósitos a longo prazo (long-term deposit) de B2 para Ba3.

Recomendadas

Banco de Portugal divulga lista de 11 entidades sem autorização para conceder crédito

O Banco de Portugal divulgou esta sexta-feira uma lista de 11 entidades que não estão habilitadas a conceder, intermediar ou exercer consultadoria de crédito. Saiba quais são.

PremiumAtrasos do FdR adiam recuperação de 180 milhões de crédito ao Novobanco (com áudio)

A venda da carteira “Harvey” pelo Novobanco à Deva e à Arrow foi a mais recente a ser chumbada pelo Fundo de Resolução, mas não a única.

PremiumBancos fecham acordo com a DK para venda da ECS por 850 milhões (com áudio)

O acordo para venda dos fundos foi assinado na semana passada. A operação fica agora dependente da aprovação dos reguladores, devendo ficar concluída apenas no quarto trimestre.
Comentários