Moreirense vai recorrer para Tribunal Constitucional de condenação por corrupção

O Tribunal da Relação do Porto confirmou a condenação do Moreirense, atual 11.º classificado da I Liga portuguesa em futebol, ao pagamento de uma multa de 112.500 euros, num processo de corrupção desportiva em que foram condenados outros cinco arguidos, informou hoje a Procuradoria-Geral Distrital (PGD) do Porto.

O Moreirense vai recorrer para o Tribunal Constitucional de uma decisão do Tribunal da Relação do Porto conhecida hoje que o condena ao pagamento de uma multa de 112.500 euros, num processo de corrupção desportiva.

“O clube vai recorrer para o Tribunal Constitucional. O clube é alheio a qualquer ação de corrupção, que, a ter ocorrido, condena com toda a veemência”, disse, à agência Lusa, o advogado Ricardo Sá Fernandes, que representa o Moreirense neste caso.

O Tribunal da Relação do Porto confirmou a condenação do Moreirense, atual 11.º classificado da I Liga portuguesa em futebol, ao pagamento de uma multa de 112.500 euros, num processo de corrupção desportiva em que foram condenados outros cinco arguidos, informou hoje a Procuradoria-Geral Distrital (PGD) do Porto.

A agência Lusa contactou o presidente da formação de Moreira de Cónegos, que remeteu para o advogado que representa o Moreirense.

“Esta decisão, mesmo transitada em julgado, não afeta o Moreirense SAD que participa na I Liga”, garantiu, ainda, Ricardo Sá Fernandes.

Numa nota publicada na sua página oficial na Internet, a PGD do Porto refere que a Relação manteve “na íntegra” a condenação dos arguidos e “nos precisos termos” que havia sido decidido na primeira instância.

Em setembro de 2018, o Tribunal da Feira condenou o Moreirense na pena única de 450 dias de multa à taxa diária de 250 euros, perfazendo o montante global de 112.500 euros, por quatro crimes de corrupção ativa no fenómeno desportivo.

Recomendadas

Wolves. A um mês do Mundial, o maior fornecedor da Seleção Nacional está em crise profunda

A pouco mais de um mês para o Mundial, a Seleção portuguesa corre o risco de ter uma boa fatia dos convocados a lutar pela manutenção na Premier League. O Wolves tem alguns dos melhores jogadores portugueses da atualidade, com um forte investimento sobretudo em jogadores da Gestifute. Tema estará em debate na edição desta sexta-feira do programa “Jogo Económico”.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quinta-feira, 6 de outubro

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcaram o dia informativo desta quinta-feira.

António Costa e Pedro Sánchez querem um Mundial2030 “para a paz”

“Já demonstrámos capacidade para organizar eventos de primeira linha. Portugal e Espanha estão prontos para receber, juntamente com a Ucrânia, o Mundial de futebol de 2030. Queremos um campeonato para a paz, mostrar o melhor do desporto, mas também os melhores valores da Europa”, escreveu o primeiro-ministro luso na rede social Twiiter, mensagem que também foi publicada pelo presidente do governo espanhol.
Comentários