Mota-Engil deixa prejuízos para trás e regista lucros de 22 milhões (com áudio)

A carteira de encomendas atinge um nível “recorde”, ultrapassando os oito mil milhões de euros, com novos contratos no Uganda, Peru e México.

A Mota-Engil deixou os prejuízos para trás (-20 milhões em 2020) e registou lucros de 22 milhões em 2021.

O resultado líquido positivo teve lugar à boleia da “forte recuperação da atividade no segundo semestre (+19% face a período homólogo) conduziu a um aumento do volume de negócios em 2021 de 9% 2.656 milhões de euros”.

O EBITDA, por seu turno, atingiu os 411 milhões de euros (8%), refletindo uma margem de 15%.

O volume de negócios em África registou uma subida de 20% para 910 milhões de euros, enquanto na América Latina subiu 15% para 685 milhões “impulsionado por uma forte performance no México”.

Na Europa, o volume de negócios recuou 2% para 1.020 milhões, “influenciado por uma menor atividade na Polónia”.

A Mota-Engil destaca a sua carteira de encomendas que está num nível “recorde”: mais de 7.500 milhões de euros “com um crescimento relevante em África e nos contratos de longo-prazo”.

Mas este valor é relativo ao final de 2021: tendo em conta os contratos assinados já em 2022, a carteira de encomendas ultrapassa os oito mil milhões de euros, com os contratos já firmados no Uganda, Peru e México.

Recomendadas

FC Porto – Sporting: Apostadores atribuem favoritismo aos dragões

Apenas 10,5% acreditam na vitória dos ‘leões’, enquanto a existência de golos para as duas equipas é praticamente unânime, de acordo com os dados divulgados pela casa de apostas Betano.

Banco de Portugal divulga lista de 11 entidades sem autorização para conceder crédito

O Banco de Portugal divulgou esta sexta-feira uma lista de 11 entidades que não estão habilitadas a conceder, intermediar ou exercer consultadoria de crédito. Saiba quais são.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta sexta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta sexta-feira.
Comentários