Mota-Engil emite amanhã até 131 milhões de euros em obrigações

Esta emissão obrigacionista da Mota-Engil destina-se apenas a investidores qualificados, com um montante mínimo de subscrição de 100 mil euros.

Mota-Engil

A Mota-Engil informou hoje o mercado que vai proceder amanhã à emissão de uma ofrte particular de subscrição de obrigações com o valor nominal unitário de dez mil euros e até ao montante máximo aproximado de 131,290 milhões de euros.

Este é um “valor de referência que traduz a soma dos empréstimos obrigacionistas denominados ‘Mota-Engil USD 2014/2018’ e ‘Mota-Engil 2014/2019’, à data de 8 de dezembro de 2017.

Esta nova emissão obrigacionista da empresa liderada por António Mota e Gonçalo Moura Martins tem vencimento previsto para janeiro de 2023 e uma taxa de juro de 4% ao ano, previsivelmente a emitir em 4 de janeiro de 2018.

Segundo o comunicado da construtora enviado à CMVM – Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, “esta oferta particular é dirigida apenas a investidores qualificados, pressupõe um montante mínimo de subscrição correspondente a 100 mil euros por investidor, e poderá ser liquidada em numerário ou em espécie”, mediante troca de obrigações dos dois referidos empréstimos obrigacionistas da Mota-Engil ou através da subscrição de novas obrigações em numerário.

Este comunicado da Mota-Engil explica ainda que os titulares de obrigações representativas dos referidos empréstimos obrigacionistas anteriores que as troquem por novas obrigações desta emissão terão direito a receber juros corridos entre a última data de pagamento de juros, inclusive, e a data de emissão das novas obrigações, “tendo os titulares de obrigações representativas do empréstimo obrigacionista denominado ‘Mota-Engil 2014/2019’ que as troquem por novas obrigações ainda direito a receber, a título de contrapartida, em prémio numerário”.

De acordo com o referido comunicado da Mota-Engil, esta emissão obrigacionista surge “na prossecução da sua estratégia financeira de diversificação de fontes e tipos de financiamento, bem como de alargamento de maturidades”.

 

Relacionadas

Mota-Engil anuncia contrato de 120 milhões de euros para construção de estrada na Polónia

O contrato inclui o projeto e construção, tem uma duração de 34 meses e será executado pela Mota Engil Central Europe S.A.

Mota-Engil ganha prémio internacional de engenharia com o ‘Corredor de Nacala’

O prémio foi atribuído pela Federação Mundial de Organizações de Engenharia (WFEO), que reúne organizações nacionais de engenharia de mais de 90 países e representa cerca de 20 milhões de engenheiros.
Recomendadas

Mota-Engil e Quadrante vão reabilitar e expandir estádio na Costa do Marfim

O estádio Félix Houphouët-Boigny, em Abidjan, na Costa do Marfim vai contar com uma área de cerca de 27 mil m2 e capacidade para receber cerca de 30 mil espectadores.

Sindicatos da Construção, Cerâmica e Vidro e empresa Verallia Portugal fecham aumento de 140 euros/mês

A partir de 1 de janeiro, o salário mais baixo da tabela salarial nesta empresa de fabrico e reciclagem das embalagens de vidro passará a ser 1.260,00 euros.

Mota-Engil assina contrato de concessão em Angola no valor de 450 milhões de dólares

O contrato tem um prazo inicial previsto de 30 anos e prevê um investimento total de 450 milhões de dólares (451,8 milhões de euros), dos quais 166 milhões de dólares em infraestruturas e 70 milhões em material circulante.
Comentários