Mulher britânica ‘ressuscita’ após paragem cardíaca de seis horas

Os médicos que ajudaram Schoeman a “voltar à vida” afirmam que foi a paragem cardíaca revertida mais longa desde que há registos em Espanha. Sublinham também que o estado de hipotermia em que a britânica se encontrava ajudou a que este milagre fosse possível.

Durante uma caminhada nos Pirenéus espanhóis com o seu marido, a britânica Audrey Schoeman começou a sentir-se mal quando foi apanhada por uma tempestade de neve. Entrou em hipotermia rapidamente, e durante a longa espera pelas equipas de emergência, a situação foi gradualmente piorando. Duas horas depois a equipa chegou ao local e transportou a britânica para o hospital onde, já sem sinais vitais, viria a ‘ressuscitar’ passadas seis horas, segundo a BBC.

Os médicos que ajudaram Schoeman a ‘voltar à vida’ afirmam que foi a paragem cardíaca revertida mais longa desde que há registos em Espanha. Sublinham também que o estado de hipotermia em que a britânica se encontrava ajudou a que este milagre fosse possível, sublinhando que se o corpo estive à temperatura normal, a paciente não teria sobrevivido.

No tratamento utilizado para reanimar a paciente, os médicos recorreram a uma máquina que cujo objetivo é remover o sangue para ser enriquecido com oxigénio e posteriormente voltar a injeta-lo na paciente. Depois da temperatura corporal alcançar os 30 graus, os médicos utilizaram um desfibrilador, que funcionou, para o espanto dos próprios profissionais.

O médico esponsável pelo tratamento de Schoeman afirma que “estávamos muito preocupados com a possibilidade da paciente ficar com danos neurológicos, visto que não é normal uma pessoa estar tanto tempo com o coração parado”.

Mesmo depois do sucedido, a britânica diz que quer voltar a fazer montanhismo, e que este episódio não a vai impedir de continuar a praticar o seu hobby favorito. “Foi um milagre, exceto a parte em que os doutores é que foram os grandes responsáveis”, acrescentou.

Recomendadas

Alliance Healthcare tem um novo CEO

Paulo Clímaco Lilaia é o novo CEO da Alliance Healthcare, anunciou a empresa que  armazena e distribui produtos farmacêuticos, em comunicado.

Ministro da Saúde quer reinício das negociações com sindicatos ainda em outubro

O ministro da Saúde, Manuel Pizarro, disse hoje em Coimbra que o regresso às negociações com os sindicatos dos médicos e enfermeiros “de outubro não passará”.

BNP Paribas Cardif apoia parceria entre Gasol e Santa Casa para prevenir obesidade infantil

A empresa de seguros é responsável pelo financiamento desta iniciativa em Portugal, “dentro do projeto global de prevenção e redução da obesidade infantil”.
Comentários