Mundial 2018: RTP reduz prejuízo financeiro com partilha dos direitos de transmissão

Plano de Atividades e Orçamento da estação pública para este ano estimava que a empresa de rádio e televisão tivesse um prejuízo de 5,6 milhões de euros com o campeonato do mundo da Rússia.

A RTP baixou o prejuízo financeiro com a partilha dos direitos de transmissão dos jogos do campeonato do mundo de futebol, com a SIC e Sport TV. De acordo com o “Correio da Manhã” (CM), o Plano de Atividades e Orçamento da estação pública nacional para 2018 tinha previsto que a empresa pública de rádio e televisão tivesse um prejuízo de 5,6 milhões de euros com o mundial da Rússia.

Em declarações ao “CM”, o presidente da RTP, Gonçalo Reis, refere que o grupo conseguiu “atingir receitas significativas” apesar de que “não cobrem na totalidade os custos dos direitos de transmissão”. Gonçalo Reis optou por não revelar o custo final que a transmissão desta competição vai ter para a RTP.

“É um compromisso histórico da RTP estar nestes eventos e aquilo que nós, do ponto de vista económico, fizemos é preparar-nos para que o Mundial seja o mais viável possível. Mas não revelamos as contas com esse nível de detalhe”, afirmou.

A SIC pagou perto de 1,2 milhões de euros pela transmissão de oito jogos do Mundial.

Relacionadas

Fatura de carregamento dos carros elétricos pode vir a incluir “taxa RTP”

A medida está a ser estudada pelas empresas e o Governo, estando prevista a cobrança de uma taxa mensal de 2,85 euros que serve para financiar o serviço público de televisão e rádio.

RTP acompanha posição dos reguladores sobre “riscos potenciais” do negócio Altice/Media Capital

O presidente do Conselho de Administração da RTP, Gonçalo Reis, afirmou esta terça-feira que acompanha a posição dos reguladores ERC e Anacom sobre os “riscos potenciais” da compra da Media Capital, dona da TVI, pela Altice Portugal.

Governo recusa atrasos e gestão corrente na RTP até nova administração

Falando na comissão parlamentar de Cultura, Comunicação, Juventude e Desporto, no âmbito de um requerimento apresentado pelo PSD sobre alegados atrasos da entrada em funções do novo Conselho de Administração da RTP, o ministro da cultura disse que esta acusação “é negada por factos”.
Recomendadas

António Costa e Pedro Sánchez querem um Mundial2030 “para a paz”

“Já demonstrámos capacidade para organizar eventos de primeira linha. Portugal e Espanha estão prontos para receber, juntamente com a Ucrânia, o Mundial de futebol de 2030. Queremos um campeonato para a paz, mostrar o melhor do desporto, mas também os melhores valores da Europa”, escreveu o primeiro-ministro luso na rede social Twiiter, mensagem que também foi publicada pelo presidente do governo espanhol.

Revista de imprensa nacional: as notícias que estão a marcar esta quarta-feira

“Governo vai mexer nos escalões do IRS no próximo ano”; “Polícias proibidos de disparar com balas reais contra multidões”; “22 mil milhões de euros para a banca”

Vieira diz que divulgação de emails foi “estratégia do FC Porto para manchar nome do Benfica”

O antigo presidente do Benfica Luís Filipe Vieira afirmou hoje em tribunal que a divulgação de emails sobre o clube no Porto Canal foi “uma estratégia do FC Porto para manchar o nome” do clube lisboeta.
Comentários