“Mundial em Milhões”. Dois campeões do mundo entre os mais valiosos. Ouça o podcast do JE

Neste episódio, damos as boas-vindas a dois campeões do mundo, um deles o campeão do mundo em título. A Argentina, com muitos rostos familiares dos portugueses, é o primeiro campeão a entrar em campo; a França, com muitas ausências, fecha o dia. Lá pelo meio, ainda há espaço para ver o campeão da Europa mais improvável da história do futebol: a Dinamarca.

2 – Lionel Messi (729 golos)

O “Jornal Económico” estreou este domingo uma série de cinco programas dedicados ao Qatar 2022, o Mundial de futebol que teve início este domingo e que decorre pela primeira vez no Médio Oriente.

Neste episódio, damos as boas-vindas a dois campeões do mundo, um deles o campeão do mundo em título. A Argentina, com muitos rostos familiares dos portugueses, é o primeiro campeão a entrar em campo; a França, com muitas ausências, fecha o dia. Lá pelo meio, ainda há espaço para ver o campeão da Europa mais improvável da história do futebol: a Dinamarca.

Nesta série, os jornalistas José Carlos Lourinho, Nuno Braga e Rodolfo Alexandre Reis fazem as contas ao Mundial de 2022 e mostram quais são as Seleções, os jogadores mais valiosos, o setor mais valioso de cada uma das equipas, o ranking e outros pormenores.

Recomendadas

Marcas vs Catar: o difícil equilibrismo das maiores marcas do mundo. Veja o “Jogo Económico”

Do equilibrismo de quem patrocina a prova à anti-campanha de quem está de fora, estes dias estão entregues a uma espécie de Mundial de marcas com desfecho imprevisível. Daniel Sá, especialista em marketing desportivo e diretor-executivo do IPAM e Henrique Tomé, analista da corretora XTB, são os convidados desta edição.

O Mundial de todas as contradições em análise. Veja o “Atlantic Connection”

Com apresentação de Giovanna Oliveira e José Carlos Lourinho, o Atlantic Connection é um programa produzido em parceria pela BM&C News e pelo Jornal Económico, que oferece uma perspectiva em português sobre os grandes temas da atualidade global.

“Catar? O meu lugar no futebol é no Estádio da Luz”, realça ministro da Cultura

Na semana em que o Parlamento votou e aprovou a ida de Marcelo Rebelo de Sousa ao Catar, para que o Chefe de Estado estivesse na estreia da Seleção portuguesa nesta competição, o ministro da Cultura, conhecido sócio e adepto benfiquista, referiu nesta entrevista que não irá ao Mundial, mesmo que Portugal chegue à final.
Comentários