Mundial2022: Parlamento vota em plenário terça-feira deslocação do Presidente da República

A Assembleia da República vota em plenário, na terça-feira, a deslocação do Presidente da República ao Qatar, para assistir ao primeiro jogo da seleção nacional no Mundial de futebol.

De acordo com o site do parlamento, foi colocado um novo ponto de votações regimentais para terça-feira, que inicialmente apenas estava previsto para sexta-feira, dia da votação final global do Orçamento do Estado para 2023.

No guião de votações regimentais para terça-feira – que antecederá a já habitual votação das normas orçamentais avocadas da vésera – consta apenas a deslocação do Presidente da República ao Qatar e pareceres da Comissão da Transparência, mas não os projetos de resolução já entregues no parlamento por BE, PAN e Livre sobre a mesma temática.

Ainda hoje, na Comissão parlamentar de Assuntos Estrangeiros será apreciado e votado o parecer de assentimento para a deslocação de Marcelo Rebelo de Sousa ao Qatar, entre quarta e sexta-feira, “a fim de assistir ao primeiro jogo da Seleção Nacional no Campeonato do Mundo de futebol”, que se realiza na quinta-feira.

Os líderes parlamentares do PS e do PSD já anunciaram que vão dar assentimento à deslocação – uma obrigação imposta pela Constituição -, enquanto IL, BE, PAN e Livre disseram que votarão contra.

Recomendadas

Mundial. Marrocos elimina Espanha e pode defrontar Portugal nos quartos

Marrocos qualificou-se hoje para os quartos de final do Mundial de futebol de 2022, ao vencer a Espanha por 3-0, no desempate por penáltis, no sétimo encontro dos ‘oitavos’, em Doha, marcando encontro com o vencedor do Portugal-Suíça.

Renato Paiva é o novo treinador do ‘promovido’ Bahia

O português Renato Paiva é o novo treinador do Bahia, assumindo a equipa no regresso à Série A brasileira de futebol e dias depois de a SAD do clube ser adquirida pelo Grupo City.

Liga Portuguesa é “exemplo internacional” no combate à corrupção, diz Pedro Proença

O Presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional considerou que a Liga portuguesa tem vindo a “consolidar” um “caminho de rigor, transparência e credibilidade”.
Comentários